Sub representada, esquerda deve repensar região

O PT acabou. O fim da esquerda. Vai pra Cuba, vai pra Venezuela. Essas palavras de ordem dão a impressão de que a esquerda está morrendo no interior paulista. Mas não é o que mostram os números. E a esquerda que vai além do PT tem bom espaço para crescer, em especial Rede e PSol.

O candidato do PT no segundo turno Fernando Haddad obteve 22,5 mil votos em Santa Bárbara d’Oeste, 40,7 mil votos em Sumaré, 27 mil votos em Americana e 8,4 mil votos em Nova Odessa. Números suficientes para montar bancadas bem maiores do que as vistas hoje.
SANTA BÁRBARA ZERADA– Santa Bárbara é a cidade onde a esquerda menos é representada em toda a região. PT, PDT e PCdoB chegaram a ter prefeito e vice e quase dez vereadores somados, mas hoje apenas o PDT tem vereador, com erros na formação de chapas.
PT ACERTA COM DEPUTADOS E PSOL PODE VIR FORTE– Apesar de ter apenas um vereador em Americana e Nova Odessa, o PT fez uma bancada boa de deputados federais e estaduais no Estado, mas a tática tem se mostrado errada na região. Para 2020, existe a possibilidade de o PSol enfim ter candidaturas com alguma chance na região, porque até 2016 foram só ensaios. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE