Startup de Campinas na final nacional do Amcham Arena

Conhecida como a queridinha de, pequenos e médios empresários quando se fala em antecipação de recebíveis, a Antecipa Fácil foi a vencedora regional do Amcham Arena em Campinas. A fintech se classificou para disputar a final nacional do concurso de startups da Câmara Americana de Comércio (AMCHAM), no dia 17 de outubro, junto a outras 14 finalistas de todo o Brasil. Analisada por César Gon, fundador e CEO da CI&T; Marcelo Knobel, Reitor da Unicamp; Sebastião Sahão, Presidente do CPQD, Fernanda Castanheda, fundadora da rede Bolo da Madre; Aloísio Menegazzo, sócio do escritório Tozzini Freire Advogados e outros, foi escolhida como a melhor startup de Campinas.

O Amcham Arena é um concurso de startups que promove o encontro de soluções inovadoras com um universo de empresas interessadas em conhecer e contratar novos produtos e serviços entrantes no mercado. A competição acontece em 15 cidades conectando startups a 5 mil empresas.

Ajudando a manter o capital de giro, a Antecipa Fácil utiliza inédito mecanismo de leilão digital e, com isso, já acelerou R$ 60 milhões de crédito para PMEs. A empresa iniciou as operações , quando o empreendedor Elber Laranja encontrou o estatístico e especialista em gestão de risco Thiago Chiliatto em uma reunião de negócios, e hoje é uma das 20 startups indicadas pela 2ª edição do programa LIFT (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas) do Banco Central.

De acordo com dados divulgados pelo Banco Central do Brasil, no início de setembro deste ano, para fazer a antecipação de recebíveis com bancos tradicionais, as empresas precisam arcar com juros de até 9,36% ao mês. “O mercado bancário é muito conservador e isso prejudica no momento da cobrança, com aplicação de altos juros, principalmente para os pequenos e médios empreendedores que, na maioria dos casos, precisam de capital para manter a operação da empresa”, explica Thiago Chiliatto, estatístico e analista por 15 anos de crédito e modelagem estatística no mercado financeiro e com experiência no sistema bancário.

Com uma base de 150 pequenas e médias empresas antecipando os valores das notas fiscais, a Antecipa Fácil propõe o conceito de leilão digital de recebíveis. A média do deságio das transações entre financiadores e empreendedor fica em 5,5% ao mês na média, mas pode ser reduzida a 1,8% ao mês com a recorrência de uso da plataforma e aumento de reputação  – porcentagem consideravelmente menor do que as taxas de juros para empréstimo. “Esse mecanismo dá o poder das pequenas e médias empresas decidirem o quanto a proposta é vantajosa”, explica Elber Laranja.

Outro diferencial da plataforma, e que a torna uma das mais procuradas no Brasil, está na possibilidade de antecipar o recebível com depósito em conta corrente, sem a necessidade de emitir um boleto. “Fechamos uma parceria com uma instituição de pagamento para fazer algo inédito no mercado financeiro do país. Criamos uma conta exclusiva para pequenas e médias empresas receberem dos seus clientes e também poder antecipar os seus recebíveis com tranquilidade, tudo com a gestão da Antecipa Fácil”, explica Elber Laranja.

A demanda por serviços desse tipo surgiu devido a alta concentração bancária. De acordo com um estudo divulgado pelo Banco Central em maio, 84,8% de todos os empréstimos feitos por instituições financeiras no Brasil são concentrados pelos cinco maiores bancos do país. O mercado de fomento surge para ajudar os pequenos e médios empreendedores que estão com apontamentos restritivos com os bancos e precisam da antecipação de suas notas. PMEs com restrição de crédito teve aumento de 6,1% em maio deste ano em comparação ao mesmo mês do ano anterior.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE