Série B: Lusa confirma que CBF ofereceu R$ 4 mi

O presidente da Portuguesa, Ilídio Lico, confirma que procurou o presidente da CBF, José Maria Marín, para pedir um adiantamento de R$ 4 milhões da cota de participação no Campeonato Brasileiro. A entidade que comanda o futebol brasileiro teria enviado um documento aceitando o pedido, desde que a equipe do Canindé aceitasse disputar a Série B e não se beneficiasse da briga na Justiça pelos quatro pontos que perdeu no STJD em dezembro.
– A Portuguesa recebia R$ 20 milhões e iria pegar R$ 4 milhões. Aqui na Federação Paulista (cota do Estadual), o ex-presidente (Manuel da Lupa, que deixou a direção em dezembro) já tomou 80%. Eu pedi essa ajuda, disse que estava com muitos problemas financeiros e disseram que iriam ajudar – contou Lico, que disse ter sido chamado para uma conversa com Marín e Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE