SPC e CDL dão dicas na Feira do Empreendedor

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL SP participarão da 6ª edição da Feira do Empreendedor promovida pelo Sebrae, entre os dias 18 e 21 de fevereiro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A Feira do Empreendedor tem o objetivo de disseminar conhecimento e oportunidades de negócios a micro e pequenos empresários e aos futuros empreendedores. Em sua última edição, o evento contou com a visita de mais de 133 mil pessoas com um total de negócios gerados de R$ 15,5 milhões.

Além de conhecer novidades para o segmento de micro e pequenas empresas que serão apresentadas pelos expositores, os visitantes poderão receber orientações sobre como incrementar o desenvolvimento de seus negócios a partir do Cadastro Positivo, da Certificação Digital e também das soluções do SPC Brasil e da CDL SP que auxiliam as empresas, como o SPC Conciliador, que traz maior tranquilidade e transparência na gestão dos recebíveis por cartão de crédito e débito; e as análises de crédito de pessoa física e pessoa jurídica, que garantem mais segurança nas vendas. O Cadastro Positivo é um banco de dados que reúne informações sobre o histórico de pagamento tanto de pessoa física quanto pessoa jurídica. Uma das vantagens do serviço será a agilidade na aprovação de crédito, uma vez que o consumidor e o empresário podem ser reconhecidos como bons pagadores a partir dos pagamentos que são feitos em dia. A expectativa é de que o processo de avaliação e concessão de crediários e de linhas de financiamentos seja desburocratizado para quem aderir ao banco de informações, podendo incidir até mesmo em redução das taxas de juros e na flexibilização dos prazos para pagamento.
Já o Certificado Digital é um documento eletrônico que garante a identidade das pessoas físicas e das empresas, assegurando com validade jurídica transações online e a troca de documentos, mensagens e dados pela internet. A grande vantagem da certificação digital é a agilidade e a economia de tempo, já que todas as transações são realizadas sem a utilização de papel.  Para aderir aos serviços o empreendedor deverá portar documento com foto, CPF, cartão CNPJ e um documento que comprove que ele a responsabilidade legal da empresa, como contrato social.   

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE