SP tem 28.782 veículos de coleção

Para um veículo ganhar a tão desejada placa preta ??? identificação que o eleva a um patamar de colecionador ???, é preciso tempo e dedicação do dono. O modelo tem que ter no mínimo 30 anos de fabricação, conservar suas características originais de produção, entre outros quesitos. Mesmo assim, não é raro encontrar algumas destas relíquias circulando por aí. Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), atualmente, no Estado, são 28.782 veículos registrados, importados ou não, que compõem a lista de colecionáveis.
O Fusca comanda o catálogo dos queridinhos. Depois dele, Opala, Dodge, Puma e Brasília também compõem o top 5.
“Esses registros revelam a atenção dos colecionadores para a preservação dos clássicos. Não se trata apenas de um título, mas uma forma continuar narrando, entre as gerações, a história dos automóveis”, completa Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.
De origem alemã, o Fusca, que já foi o mais vendido no mundo, mostra que seu sucesso aqui continua: no Estado de São Paulo, os colecionáveis reúnem 6.420 unidades (22% da frota de colecionáveis). Ou seja, a cada 5 placas pretas no Estado, 1 está em um Fusca.
Entre as versões que mais possuem registros com placas pretas estão o 1300 (com 3.241 exemplares); seguido do “Fuscão” 1500 (com 1.200 registros); e o 1200, fabricado entre 1950 e 1962 (somando 996 veículos).
Ervim Moretti, presidente do Fusca Clube do Brasil, ressalta que 35 anos é a idade média dos colecionadores, mas que o “besouro”, sem dúvidas, conquista toda a família. “Nos encontros, vemos dos avôs aos netinhos reunidos em torno da mesma paixão”, completa.
Fechando o ranking dos 10 mais, estão os importados Cadillacs, prediletos do cantor Elvis Presley, com 355 exemplares no total. Abaixo, confira quais modelos e versões mais aparecem no sistema do Detran.SP:

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE