‘Somos obrigados a votar’, Rodaben sobre salários 2021

 ‘Somos obrigados a votar’, Rodaben sobre salários 2021

Os projetos que estabelecem os subsídios para prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores a partir de janeiro de 2021 em Americana, que deveriam ter sido votados nesta quinta-feira, estão causando polêmica nas redes sociais. Algumas publicações trazem ofensas ao presidente da Câmara Municipal, Luiz da Rodaben (PP). 
Apesar da previsão de votação – eles entrariam em regime de urgência – as propostas não foram votadas devido ao falecimento do pai do vereador Pedro Peol (PV), Pedro Nascimento. O falecimento ocorreu durante a sessão, o que resultou na suspensão do encontro dos parlamentares, adiando toda a pauta. Com o ocorrido, Rodaben deve convocar sessão extraordinária para votar as propostas. 
Colocar em pauta e votar a fixação dos salários dos agentes políticos para o próximo ano é obrigação da atual Câmara Municipal. O ponto polêmico é que os subsídios vieram com aumento, o que causou revolta de diversas pessoas nas redes sociais, que iniciaram um ataque à Rodaben por colocar as propostas em pauta. Veja o pronunciamento do presidente: 

Relacionados

Leave a Reply