Som alto: Vendedor entra armado em igreja

Um vendedor foi acusado de lesão corporal, ameaça, injúria e dano depois de uma confusão numa igreja evangélica, neste domingo, em Americana. O caso teria acontecido porque o vendedor estava com o som do carro em volume alto na frente da igreja, segundo a acusação em BO (Boletim de Ocorrência). 
De acordo com o registro policial, a PM (Polícia Militar) foi acionada e, quando foi embora, o rapaz, de 25 anos, teria entrado no local com uma faca na mão, ameaçando, na Rua Emiliano Perneta, no Jardim Nossa Senhora Aparecida.

A acusação aponta que ele foi até a igreja achando que alguém de lá tivesse acionado a PM. Ainda de acordo com o registro, ele teria jogado uma cadeira em uma mulher que estava no culto e chamado outra de ???macaca??? e a ameaçado de morte.
O vendedor negou a agressão, a ofensa e a ameaça, e afirmou que foi até lá para falar com a pastora. ???Eles fazem barulho todo dia até tarde, mas a gente respeita. Agora só porque eu cheguei com o som alto não deu cinco minutos já tinha um monte de policial em cima de mim???, reclamou. Ele justificou que pegou a faca apenas para se defender, porque o segurança da igreja e um frequentador foram para cima dele.
Com TodoDia.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE