SM: Projeto prevê ônibus gratuito para eventos culturais

A empresa licenciada para o transporte coletivo urbano em Sumaré, seja de linha convencional ou especial, poderá ser obrigada a ceder gratuitamente uma cota mensal de viagens de seus veículos para cortejos fúnebres, eventos desportivos, culturais e religiosos de caráter comunitário. Isso é o que prevê o Projeto de Lei protocolado nesta terça-feira (23) na Câmara Municipal pelo vereador Marcio Brianes (PCdoB).

O PL nº117/2019 estabelece que a quantidade de viagens mensais a ser cedida será proporcional a 2% do total de veículos da frota inscritos no município. O requerimento da viagem deverá ser solicitado diretamente à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural (SMMUR).

De acordo com o autor da proposta, o objetivo é auxiliar as famílias de baixa renda a frequentar eventos culturais, desportivos e religiosos que envolvem a demanda por transporte coletivo para grupos sem os quais tais manifestações não aconteceriam, como campeonatos de futebol e competições coletivas intercomunitários, além de retiros espirituais e outras atividades de natureza religiosa.

???A empresa concessionária e licenciada do sistema de transporte coletivo convencional e especial de Sumaré dispõe de uma grande frota, que, certamente, teria condições de operar essa demanda???, argumenta Brianes.

O PL prevê ainda a cessão de ônibus em casos de falecimento cujos familiares se encontrem em condições de vulnerabilidade social. ???Caso não tenham apoio de algum conhecido que consiga a doação de um ônibus ou de outros veículos para transportar os parentes e amigos até o velório, de ida e volta ao bairro ou até um ponto mais favorável a todos, a família estará fadada a se despedir de seu ente querido praticamente sozinha???, defende o vereador.

Pela proposta, a programação e o controle das viagens de que tratam o PL serão de responsabilidade SMMUR ou do órgão que vier a sucedê-la na estrutura orgânica da administração municipal. Antes de ir para votação em plenário, o projeto ainda será apreciado pelas comissões da Casa de Leis.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE