SM e ALL definem alargamento de ponte férrea

Os moradores dos jardins Lucélia, Primavera e São Domingos receberam uma excelente notícia nesta quinta-feira, dia 25 de fevereiro. Após uma reunião técnica com representantes de diversas secretarias municipais e da Rumo (empresa que incorporou a antiga ALL ??? América Latina Logística), a prefeita de Sumaré, Cristina Carrara, anunciou pessoalmente que a ponte ferroviária situada na altura do Lucélia vai passar por uma obra de alargamento do seu vão livre.
O objetivo da obra, que segundo a concessionária deve acontecer entre junho e novembro, é aumentar a capacidade de vazão do local, hoje considerado um dos ???gargalos??? do escoamento das águas do Quilombo quando chove muito.
Participaram da reunião desta quinta-feira técnicos das secretarias municipais de Meio Ambiente, Moisés Paschoalim, de Obras, José Carlos Alves, e de Serviços Públicos, Carlos Barijan, o superintendente de Planejamento, Sebastião Coelho, o engenheiro Mário, o especialista em pontes da Rumo, Adriano Bonatto, o especialista em infraestrutura Diego Monteiro, a coordenadora de Relações Sociais Bruna Ramos e o gerente de Relações Governamentais Marcelo Rodrigues.
A partir de agora, a Rumo vai dar início ao processo de contratação de uma empresa que fará tanto o projeto executivo quanto a obra, propriamente dita. Trata-se de um investimento de cerca de R$ 3,5 milhões, com término previsto em novembro.
Além do Ribeirão Quilombo fazer um ???cotovelo??? neste ponto, há a passagem sob a linha férrea, cuja aduela (o vão livre) teria cerca de 4 metros quadrados de área. Com a obra prevista, o vão passará a ter cerca de 15 metros quadrados.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE