SM: Câmara aprova Dia do Cuidador de Alunos

 SM: Câmara aprova Dia do Cuidador de Alunos

Os vereadores de Sumaré aprovaram, na sessão ordinária da última terça-feira (14), o Projeto de Lei nº 34/2020, que institui o dia 26 de setembro como o Dia dos Cuidadores de Alunos no município. De autoria do vereador Professor Edinho (Republicanos), a proposta recebeu 19 votos favoráveis e segue para sanção do Executivo municipal.

O projeto, que integra o evento ao Calendário Oficial do município, tem como objetivo reconhecer a importância dos cuidadores de alunos em Sumaré. A data, a ser comemorada anualmente no dia 26 de setembro, procura resgatar o respeito aos profissionais que se dedicam à educação e à inclusão na cidade.

De acordo com o Professor Edinho, ???é primordial reconhecer o trabalho digno e honesto conquistado através das lutas e superações desses profissionais. Por vezes, não recebem o reconhecimento que merecem, mas, mesmo assim, conseguem superar todas as dificuldades. Eles são indispensáveis para a manutenção da qualidade de vida e de ensino de toda comunidade escolar, e, ainda mais, dos alunos com necessidades especiais. Sem esse trabalho, não seria possível manter uma educação de qualidade em Sumaré???, destaca.

VOTA????O

Além da proposta do Professor Edinho, mais um Projeto de Lei foi votado na 11ª sessão ordinária do ano. Também aprovado com 19 votos favoráveis, o PL nº 237/2019, de autoria do vereador Marcio Brianes (PDT), institui o Dia do Desapego Consciente no município, objetivando promover na sociedade uma educação ambiental duradoura através do descarte consciente de materiais em adequadas condições de reutilização.

O primeiro item previsto na Ordem do Dia, PL nº 125/2019, do vereador Rudinei Lobo (PL), que dispõe sobre a limpeza da área externa das casas noturnas do entorno até 1.500 metros do município, não foi debatido pela Câmara por ausência do autor, que apresentou atestado médico. Já o PL nº 26/2020, de autoria do vereador Dudú Lima (Cidadania), que cria a Semana do Ensino de Noções Básicas sobre a Lei Maria da Penha nas escolas municipais, saiu de pauta por apresentação de emenda.

Relacionados

Leave a Reply