SM adere ao Outubro Rosa e Novembro Azul

Doença que surge cada vez mais cedo, o câncer de mama é o tumor que mais mata mulheres no Brasil. Já em relação ao sexo masculino, é necessário chamar a atenção da sociedade para os riscos e métodos de prevenção do câncer de próstata. Por isso, a prefeita de Sumaré, Cristina Carrara, decidiu aderir pela primeira, este ano, ao movimento de prevenção conhecido como ???Outubro Rosa e Novembro Azul???, mobilizando a Rede  Pública Municipal em ações de orientação e atendimento gratuitas.
Assim, em 1º de setembro, às 19 horas, na sede social do Clube Recreativo, ocorrerá o lançamento das campanhas, de prevenção e alerta sobre essas doenças silenciosas, que já vitimaram 14,9 milhões de pessoas no mundo. Somando homens e mulheres, em termos globais, o câncer é a doença que mais mata no mundo, depois das doenças cardiovasculares.
A prefeita Cristina Carrara participou nesta quinta-feira, dia 6 de agosto, no Lions Clube de Sumaré, de uma reunião para a parceria entre o Rotary Sumaré Ação e técnicos da Prefeitura. A médica Geriatra Renata Pupo vai coordenar uma intensa programação voltada para conscientização em torno do combate ao câncer de mama e próstata. As campanhas também vão beneficiar, através da coleta de doações, a Casa Apoio do Hospital  Estadual de Sumaré.

ROSAA idade constitui um fator de risco para o câncer de mama. A menarca precoce (idade da primeira menstruação), a menopausa tardia (após os 50 anos), ocorrência da primeira gravidez após os 30 anos e a nuliparidade (não ter filhos) são características que servem de alerta. Por isso, mulheres acima de 40 anos devem fazer o exame de mamografia regularmente e devem também cultivar o hábito do autoexame das mamas. A chance de cura da doença pode ser de 95% se diagnosticada no início.
AZULNo caso do homem, todo ação visa promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao médico para a realização de exames preventivos do câncer de próstata. dados do Instituto Nacional de Câncer mostram que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens (perde apenas para o câncer de pele não melanoma). As estimativas do INCA, para 2014/2015, são de cerca de 68.800 novos casos de câncer de próstata no país. O câncer de próstata ocorre principalmente em homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40 anos.
Desta forma, recomenda-se que a prevenção passe a ser feita a partir dos 45 anos se existe risco elevado para o surgimento do câncer, ou seja, casos de câncer de próstata na família e raça negra. Se não existem, o homem deve visitar o urologista anualmente a partir dos 50 anos e realizar o exame de toque e de PSA, principais meios para detectar a doença precocemente, quando as chances de cura são maiores e os tratamentos, menos invasivos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE