Silvio Dourado aparece. Dr Daniel quer acompanhamento Covid nas escolas

O vereador Silvio Dourado (PL) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre o agendamento de consultas médicas com especialistas e de exames na rede pública municipal de saúde.

De acordo com o parlamentar, diversos usuários do sistema público de saúde apresentaram reclamações sobre a demora no agendamento tanto de consultas quanto de exames.

“Considerando informações sobre agendamentos de consultas e exames que não se realizam pela ausência dos pacientes na data marcada e a busca de alternativas para a redução do índice de faltas às consultas e exames agendados, para maior eficiência do sistema de saúde no município, estamos solicitando informações aprofundadas sobre as consultas e exames”, explica Silvio.

No requerimento, o vereador pergunta a quantidade total de consultas e exames agendados e efetivados na rede pública nos anos de 2019 e 2020, se existem situações localizadas com maior incidência de faltas e se o Poder Executivo possui informações sobre os motivos das faltas dos pacientes nas consultas e exames agendados. Questiona, ainda, se a rede pública conta com raio-X digital ou resultados de exames online e qual o custo estimado para a digitalização dos prontuários médicos.

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na sessão ordinária de quinta-feira (18).

Dr. Daniel quer comitê monitorado Covid-19 nas escolas

O vereador Dr. Daniel (PDT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana uma indicação em que sugere ao Poder Executivo a criação de um comitê municipal para monitoramento e contingenciamento do coronavírus Covid-19 nas instituições de ensino de Americana.

 

No documento o parlamentar destaca que, com o retorno das aulas presenciais em várias cidades do estado, foram registrados casos de Covid-19 dentro de instituições de ensino públicas e privadas, com alta probabilidade de o contágio ter acontecido dentro do ambiente escolar.

 

“Recentemente, escolas particulares de Campinas tiveram que suspender as aulas presenciais devido aos vários casos de Covid-19 registrados entre seus alunos, professores e funcionários. Não se pode negar que o ambiente escolar é propício à contaminação, considerando a arquitetura da sala de aula, quantidade e distância entre alunos adotada, correta implantação dos protocolos de segurança, e ao distanciamento dos alunos em outros ambientes das escolas e durante o intervalo”, alerta Dr. Daniel.

 

De acordo com o vereador, a criação do comitê teria como objetivo averiguar os protocolos de segurança adotados pelas escolas, monitorar os casos de afastamentos por confirmação e/ou suspeita, propor ações e adequações para garantir a segurança dos alunos, professores e funcionários e encaminhar notificações à UVISA sobre situações de risco iminente e desrespeito aos protocolos de segurança.

 

“O comitê deve ser formado por profissionais e gestores dos diversos órgãos e instituições envolvidas, especialmente representantes das secretarias municipais de saúde e de educação. Acreditamos que a criação deste comitê será mais uma ferramenta para somar às várias ações de segurança necessárias para monitoramento da volta às aulas presencias”, defende o autor.

 

A indicação será encaminhada ao Poder Executivo para análise e atendimento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE