Edit

Sensibilidade nos dentes. Causas e como evitar

Dor de dente nem sempre é causada por cáries. A hipersensibilidade dentária é um problema que incomoda cerca de 70% da população brasileira.

“Em geral, acontece uma degradação do esmalte, com um posterior deslocamento da gengiva, expondo uma estrutura do dente chamada dentina, que é porosa e conectada ao nervo central. Por isso, alimentos quentes ou frios provocam dor”, explica a diretora da Clínica Sorridi (Indaiatuba, SP), Marina Fróis Yamaguchi.

Abaixo, ela destaca 5 possíveis causas da sensibilidade dos dentes:

1. Escovação errada

A escovação exagerada e com pressão pode desgastar o esmalte dentário.

2. Alimentos ou bebidas ácidas

A ingestão de alimentos ou bebidas como refrigerantes, isotônicos, cerveja, iogurte, tomate, vinagre e frutas cítricas pode dissolver gradualmente o esmalte e levar à exposição da dentina. Escovar os dentes logo depois, pode piorar o problema, uma vez que o creme dental reage com os ácidos e acelera a corrosão. Se possível, espere vinte minutos antes de fazer a higiene bucal.

3. Bruxismo

Quem tem o hábito de apertar e ranger os dentes,  acaba causando, sem querer, o estouro dos prismas de esmalte, deixando a dentina exposta.

4. Clareadores naturais

Se, por um lado, o recomendado é fazer o clareamento no consultório do dentista, por outro, é cada vez mais comum ver influenciadores indicando o uso de carvão ativado e bicarbonato de sódio em casa para manter os dentes branquinhos.

O fato é que o uso destas substâncias pode causar danos, já que estes produtos contêm substâncias corrosivas ou abrasivas, que são capazes de atacar a superfície dos dentes. E o pior, o uso do carvão pode deixar a raiz mais exposta e comprometer a saúde gengival. Da mesma forma, o bicarbonato promove o desgaste do esmalte natural dos dentes que pode levar a dois efeitos: sensibilidade e dor, de forma irreversível.

5. Cremes dentais abrasivos

As pastas de dente que prometem dentes mais brancos conseguem esse feito com o polimento do esmalte e a remoção das pigmentações aderidas. Se usados frequentemente, elas acabam promovendo um desgaste excessivo do esmalte.

Como aliviar?

A diretora da Clínica Sorridi explica que alguns cuidados podem amenizar o problema:

– Utilize uma escova de dentes mais macia, para amenizar o atrito durante a escovação e não lesar o esmalte. Complemente a higiene com o uso do fio dental, que ainda é o melhor método para retirar os resíduos alimentares.

– Em caso de bruxismo, use placas dentárias, que protejam os dentes durante o sono.

– Evite as pastas branqueadoras e antitártaro, que aumentam a abrasividade. Prefira as específicas para dentes sensíveis, pois auxiliam o fortalecimento do esmalte dentário, evitando a exposição das terminações nervosas e o incômodo.

– Cuidado com as dietas muito rigorosas e sem acompanhamento médico. A falta ou o excesso de determinados nutrientes pode tornar ácido o pH da boca.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE