Semana começa com frio

Uma frente fria se organizou na altura do Sul do Brasil e favoreceu uma mudança no padrão de circulação de ventos no estado de São Paulo ao longo deste fim de semana.  Não há condições para chuva generalizada e muito volumosa, mas pontualmente ainda pode chover com forte intensidade em alguns pontos, principalmente no interior. Na Grande SP a chuva vem com até moderada intensidade entre a tarde e a noite e com possibilidade de algumas trovoadas.

A tendência é que as instabilidades se afastem do estado já nesta segunda-feira, 24 de maio. Uma massa de ar seco de origem polar vai manter o tempo firme no estado e vai provocar queda de temperatura. Portanto, mesmo com a presença do sol, as temperaturas não vão subir muito.

Entre a noite de segunda e a madrugada de terça muitas cidades vão amanhecer frias e com possibilidade de novos recordes, inclusive na capital paulista. Até o momento, o recorde oficial é de 12,8°C na cidade de São Paulo.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para segmentos estratégicos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, investiu na instalação do LABS Climatempo, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), que atua na pesquisa e desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Em 2019, a Climatempo passou a fazer parte do grupo norueguês StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão, e dois anos depois, em 2021, uniu-se à Somar Meteorologia, formando a maior companhia do setor na América do Sul. A fusão das duas empresas impulsiona a Climatempo a ser protagonista global de fornecimento de dados e soluções para os setores produtivos do Brasil e demais países da América Latina, com capacidade de oferecer informações precisas de forma mais ágil e robusta.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE