Sem salário, trabalhadores fazem greve

Os funcionários da R.S. Martins Indústria Têxtil, com acompanhamento do Sindicato dos Trabalhadores de Americana, paralisaram suas atividades hoje (13) pela manhã por tempo indeterminado. O motivo é a falta de pagamento de salários que perdura desde o início do ano. Além disso, a empresa deve 50% do 13º salário e o PPR (Programa de Participação nos Resultados) de 2016. O diretor do Sindicato Têxtil, Luiz Carlos do Nascimento e o advogado Paulo Pasquini estiveram pela manhã na indústria, constatando que o pagamento não havia sido feito.
Na quarta-feira o Sindicato notificou a empresa sobre o estado de greve, concedendo, conforme determina a lei, 72 horas para quitar o débito com os empregados. Como os 30 trabalhadores não receberam nada foram orientados a permanecerem em casa. Ainda hoje, o Departamento Jurídico do Sindicato dará entrada na Justiça solicitando o arresto de bens, como forma de garantir o pagamento dos atrasados. Também será solicitada fiscalização ao Ministério do Trabalho quanto à falta de registro em carteira de trabalhadores.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE