Sem Neymar, Brasil faz 7-0 em Honduras

Do ElPaís.Br- O Brasil passou por cima de Honduras no último amistoso preparatório para a Copa América 2019 no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, neste domingo: 7 a 0. Com o desfalque de Neymar, a equipe aproveitou a fragilidade do adversário e aplicou a maior goleada sob o comando de Tite, com uma exibição convincente que encerra a preparação para o torneio continental. Gabriel Jesus (duas vezes), Thiago Silva, Philippe Coutinho, David Neres, Roberto Firmino e Richarlison marcaram os gols. A seleção estreia na Copa na próxima sexta-feira, dia 14, às 21h30 (horário de Brasília), no estádio do Morumbi, contra a Bolívia.

Avassaladora, a seleção brasileira não deu chances para os hondurenhos desde o primeiro tempo. Com cinco minutos de jogo, Richarlison e Daniel Alves tabelaram pela direita e o lateral cruzou para Gabriel Jesus, na segunda trave, cabecear no contrapé do goleiro Lopez. O auxiliar havia marcado impedimento, mas o árbitro corrigiu a marcação validando o gol com ajuda do VAR. Pouco tempo depois, Philippe Coutinho cobrou escanteio e Thiago Silva chegou desviando para ampliar o placar. Honduras ficou mais fragilizada quando Quioto foi expulso após entrada de carrinho dura em Arthur; o volante, inclusive, precisou ser substituído na partida. Muito superior, os brasileiros chegaram ao terceiro gol com Coutinho convertendo pênalti sofrido por Richarlison. O meia do Barcelona ainda acertou a trave duas vezes em jogadas que poderiam ter esticado ainda mais o placar na primeira etapa.

O ímpeto ofensivo brasileiro somado à incapacidade hondurenha continuou ditando o ritmo da partida no segundo tempo. Em 10 minutos, Jesus já havia marcado outro e David Neres, após arrancada pela esquerda, feito o quinto. Firmino entrou no lugar de Gabriel e, depois de receber de Neres, ampliou para 6 a 0 com um toque por cima do goleiro Lopez. Richarlison, que jogou os 90 minutos, fechou o placar aos 25 minutos concluindo cruzamento de Everton, que entrou no lugar de Coutinho, pela esquerda. Os minutos finais foram tratados como jogo-treino, sem a preocupação brasileira de aumentar um resultado já acachapante. O 7 a 0 é a maior goleada da seleção desde 2012, quando a equipe treinada por Mano Menezes bateu a China por 8 a 0, e fecha a preparação de Tite visando voltar a vencer uma Copa América com chave de ouro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE