Sem catalisadores, carros poluiriam 5x mais

Com uma frota de 51 milhões de veículos em circulação no País, o uso de tecnologias que atuem na redução do nível de emissão de poluentes torna-se fundamental. O catalisador é uma delas, sendo peça crucial na diminuição da poluição por veículos automotivos. Segundo dados do livro ???25 anos do Catalisador Automotivo e 30 anos do PROCONVE: Uma estratégia de sucesso???, produzido pela Umicore, principal fabricante de catalisadores automotivos do Brasil, os carros poluiriam em média cinco vezes mais caso não utilizassem o componente.
Atualmente, os níveis de emissão de CO, por exemplo, que são próximos de zero com a utilização do catalisador, ficariam em torno de 5 g/km sem o mesmo. Já em relação ao NOx e ao HC, a diferença encontrada com e sem o uso da peça é de 0 para 0,5 g/km, respectivamente.  A eficácia do equipamento garante ainda que os automóveis liberem até menos poluentes do que é exigido por lei.
???Esses estudos comprovam que o catalisador automotivo é essencial, principalmente para a saúde da população, mas também para fauna e flora. Ele é responsável por converter até 98% dos gases tóxicos em vapores inofensivos e teve papel importantíssimo na melhoria da qualidade do ar nos últimos 30 anos, desde que o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos (PROCONVE) foi implementado???, diz Stephan Blumrich, vice-presidente e diretor da Umicore Brasil, fabricante mundial de catalisadores automotivos.
A diferença de valores, com e sem o componente, é ainda maior quando analisados dados históricos. De 1992 até 1996, por exemplo, a quantidade de CO emitida pelos automóveis chegaria a quase a 20 g/km sem a utilização da peça. ???A evolução dos motores permitiu diminuir esse índice para cerca de 5 g/km, o que tornou possível atingir valores próximos de zero com a aplicação de catalisadores modernos na saída do escape???, explica Blumrich.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE