Edit

Segue obra da nova adutora da Zona Leste; 32 bairros serão beneficiados

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste prossegue com a obra da nova adutora de água tratada para a Zona Leste, que avança com a instalação dos novos tubos na parte final do trajeto de mais de 8 km de extensão, entre a Estação de Tratamento de Água – ETA IV, no Jardim Souza Queiroz, e o reservatório instalado no Jardim das Palmeiras. Investimento na ordem de R$ 11 milhões.

A obra da nova adutora se encontra com mais de 60% concluída e, após os últimos ajustes e testes finais, com previsão de operação no segundo semestre de 2022, beneficiará cerca de 70 mil habitantes em 32 bairros da Zona Leste. Ela terá função de substituir a antiga tubulação considerada crítica por apresentar constantes vazamentos que acabam causando transtornos no abastecimento de água dessa região.

Além da tubulação principal, que foi instalada em todo o percurso da Avenida São Paulo, mais cinco subadutoras fazem parte da obra e foram interligadas nos centros de reservação e distribuição de água, localizados nos bairros: Planalto do Sol, Cidade Nova, São Fernando, Jardim Santa Rosa e Jardim das Palmeiras. Esses sistemas passarão a contar com novos tubos específicos que atendem as novas exigências normativas para tal finalidade.

“Obra importante e fundamental para garantir o abastecimento da Zona Leste. Com todas as suas interligações vão permitir que toda a cidade fique setorizada. Isso ajuda muito quando você tem a necessidade de entender quando está ocorrendo um vazamento. O futuro do saneamento é fazer essa setorização, identificar vazamentos e reduzir as perdas, um trabalho contínuo do planejamento operacional da engenharia do DAE”, comentou o prefeito Rafael Piovezan.

Diversas obras de melhorias no abastecimento de água para a Zona Leste vêm sendo realizadas desde 2013, com ampliações de adutoras e reservatórios, além de setorizações na distribuição de água. A maioria das obras foi concluída e já reforça todo esse importante sistema de abastecimento de água. Os investimentos são com recursos próprios do DAE e do Fehidro, por meio da utilização de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE