Secretário de Vigilância diz que deixará cargo

 Secretário de Vigilância diz que deixará cargo

O secretário nacional de vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, afirmou que deixará o cargo na segunda-feira. Wanderson chegou a pedir demissão durante a gestão do ex-Ministro Henrique Mandetta, mas desistiu após pedido então Ministro.

Teich recusa convite pra ser consultor do Ministério da Saúde

O secretário é defensor do isolamento social e foi figura bastante ativa nas ações de enfrentamento ao coronavírus ao lado de Mandetta. Wanderson afirmou que negociou sua saída com o Ministro Interino, Eduardo Pazuello na última quarta-feira. O ainda secretário afirmou que vai se reapresentar no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, onde é servidor.

“Apesar de sair da função de Secretário de Vigilância em Saúde, continuarei ajudando ao Ministro Pazuello nas ações de resposta à pandemia. Somos da mesma instituição, Ministério da Defesa e conosco é missão dada, missão cumprida”, disse Wanderson.

Relacionados

Leave a Reply