SB prepara virada cultural e aposta em famílias

A prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste anunciou medidas de segurança para receber a Virada Cultutal Paulista. Esse ano, o poder executivo aposta na recepção de famílias e trabalha na organização do evento. 
Serão cinco pontos com atividades ininterruptas para as famílias barbarenses. Neste sábado (20) e domingo (21) a cidade vai respirar a Virada com Lenine, A Banda Mais Bonita da Cidade, Rael e Marina Lima e mais 50 atrações de diversas expressões artísticas durante 24 horas. 
Um dos pontos para os pais levarem a criançada é o Museu da Imigração e Biblioteca Central na manhã do domingo (21). Esse trecho da Rua João Lino que abriga ambos os espaços culturais é interditado. As crianças podem circular tranquilamente e prestigiar diversas experiências com contação de histórias, oficinas de artesanato e desenho, circo, teatro, boa música e pintura facial. A programação simultânea inicia às 9 e segue até 13 horas aproximadamente. 
Além do Museu e Biblioteca, a Virada acontecerá no Centro Social Urbano, Estação Cultural e Teatro Municipal “Manoel Lyra”. No Teatro é necessário retirar ingressos gratuitos para as atrações 1 hora antes dos quatro espetáculos internos. Serão disponibilizados para o sábado (20): 1 ingresso por pessoa para Abertura oficial com “Os Boêmios de Adoniran” (Cia. de Teatro Interiorando), 1 ingresso para “Inverso” (Cia Eos) e 1 ingresso para o espetáculo de humor “Eu, Tu, Voz, Eles” (Rodrigo Cáceres) e também no domingo (21): 1 ingresso para a “Mostra de Dança” que engloba “Uma Noite de Tango” (Cia. Tango & Paixão), “Núcleo Artístico Corpus” e apresentação das academias e escolas de dança da cidade. 
Apenas dois espetáculos de humor possuem classificação 14 anos: o “Clube de Mulheres” (15h30), no Centro Social Urbano, e “Eu, Tu, Voz, Eles” (00h30), no Teatro Municipal “Manoel Lyra”. O restante conta com classificação livre. 
Novidade – A Feira de Artesanato terá uma edição na Virada no pátio do Museu. Com muitos trabalhos novos e feitos à mão, os artesãos barbarenses comercializarão seus produtos das 9 às 14 horas. 
Mensalmente a Feira é realizada na Praça Central com trabalhos feitos em EVA, guardanapos, toalhas, capas de filtro e outros produtos de patchwork, crochê e outros, gravação do nome no arroz e produtos feitos com material reciclável, além de um espaço com doces caseiros. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE