SB: Família quer guarda de bebê abandonado

Os pais do bebê Lorena querem conseguir de volta a guarda da criança, cujo pai simulou seu abandono, alegando tê-la encontrado em uma caixa de papelão em Santa Bárbara d’Oeste, no dia 16 de março. O bebê recebeu alta hospitalar na sexta-feira à tarde e foi transferida para um abrigo municipal. A criança, que ainda não foi registrada e vem sendo chamada pelo nome que os enfermeiros deram, fica sob a guarda da Justiça até que seja definido seu destino.

Um irmão de Ricardo, que pediu para não ser identificado, disse ontem que os pais, com apoio da família, têm a intenção de ficar com a guarda da criança. “Não quero comentar o que aconteceu, mas vamos tentar trazê-la de volta”, garantiu o tio do bebê. No dia 16, Jadil Davino Ricardo, 30, foi até o Hospital Santa Bárbara afirmando ter encontrado a criança em um terreno baldio no bairro Jardim Cândido Bertini.
A princípio, ele negou qualquer ligação com a criança, mas já no dia seguinte, a Polícia Civil acusou-o de ser o pai e ele admitiu ter feito o parto da mulher em casa e depois ter levado a criança para o hospital, alegando não ter condições de criá-la.
Segundo o Conselho Tutelar de Santa Bárbara d’Oeste, a Justiça solicitou um exame de paternidade para comprovar se Ricardo é realmente o pai do bebê. O Conselho também estuda a possibilidade de a criança ser reintegrada à família. 
INTERNADAA criança estava no Hospital Santa Bárbara desde o dia em que foi entregue por seu pai. Durante a internação, segundo Brito, médicos identificaram um pequeno problema de saúde, relacionado a refluxo, mas ele afirmou que ela está completamente saudável. O Conselho monitora a família por haver, também, duas outras filhas. (TodoDia)

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE