SB: Ação conjunta entre GM e PM termina em prisão

A Guarda Civil recebeu uma denúncia anônima na qual chegou a informação de que dois indivíduos estariam traficando no Acampamento Zumbi dos Palmares. A equipe de Apoio Tático diurna, deslocou ao local denunciado, e no trajeto deparou com uma guarnição da Polícia Militar, onde foi compartilhada a informação e numa ação conjunta adentraram na favela.
O Apoio Tático adentrou a pé, pela rua principal do acampamento, e  ao aproximar-se do bar visualizou dois indivíduos que ao notaram os patrulheiros  empreenderam fuga, em sentidos opostos, mas os policiais conseguiram deter Lucas Oliveira Porfírio Teixeira, 19 anos, de posse de 33 trouxas de maconha, 24 pipetas de cocaína, 6 pedras de crack e a quantia de R$ 259,80. 
Os demais militares adentraram pela lado oposto do acampamento e detiveram o individuo Ueliton Antônio Rosa, 21 anos, servente, que dispensou um saco plástico contendo 50 trouxas de maconha, 16 comprimidos de crack, e 5 pipetas de cocaína, e o valor de R$ 263,40. Ambos receberam voz de prisão por tráfico e foram encaminhados ao plantão policial e de encaminhados a cadeia pública de Sumaré.

Traficante preso no Conjunto Romano
Esta mesma equipe de Apoio, em patrulhamento pela rua Reverendo João Feliciano Pires, próximo do bloco 70, observou dois indivíduos sendo eles Renan Eufrásio,19 anos, desocupado, e adolescente M.H.O, de 15 anos, que ao  perceberam a aproximação da viatura, Renan dispensou algo no solo, evadindo-se  junto com o adolescente sentido a Av. Sebastião de Paula Coelho, onde foram detidos.
Submetidos a busca pessoal , foi localizado a importância de R$150,00 com Renan, e com adolescente a importância de R$ 199,00, ambos com celulares. Retornando ao local onde R. dispensou algo, foi constatado trata-se de um maço de cigarros contendo no interior: 11 pipetas de cocaína e 4 porções de maconha e em um buraco no muro ali próximo foi  encontrado mais duas pipetas de cocaína.
Indagados negaram a propriedade da droga. Ambos foram detidos e apresentados no plantão policial onde os fatos foram mencionados a autoridade que deliberou a prisão em flagrante para Renan,que foi encaminhado a cadeia de Sumaré, por tráfico de drogas, e o adolescente foi liberado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE