São Paulo não marca e Grêmio vai à final da Copa do Brasil

No duelo tricolor pelas semifinais da Copa do Brasil, melhor para o gaúcho. O Grêmio segurou o empate por 0 a 0 com o São Paulo nesta quarta-feira (30), no Morumbi, e garantiu lugar na grande decisão pela nona vez em sua história.

O Grêmio enfrentará o Palmeiras, que despachou o América-MG, no Independência, em Belo Horizonte. As finais acontecerão nos dias 3 e 10 de fevereiro – a definição dos mandos de campo será conhecida em sorteio, em 14 de janeiro, na CBF.

No jogo de ida, na Arena em Porto Alegre, Diego Souza havia deixado os gremistas em vantagem com um belo gol. Com a vantagem no placar, a equipe do técnico Renato Gaúcho então foi um tanto mais cautelosa, principalmente, no primeiro tempo. Mesmo assim, Victor Ferraz chegou a acertar a trave.

Do outro lado, o time de Fernando Diniz seguia a sua tradicional cadência e toque de bola e demorou para ter alguma efetividade — o artilheiro Luciano sentiu uma lesão muscular na perna esquerda e não atuou. Gabriel Sara jogou para fora a melhor chance da equipe na etapa inicial.

O segundo tempo seguiu com a equpe do técnico Renato Gaúcho muito bem postada. O time buscava os contra-ataques só quando possível e marcou de perto o São Paulo quando a equipe chegava perto do seu gol. Fernando Diniz mandou a equipe toda para o ataque com substituições, mas de nada adiantou e o time foi eliminado pela quarta vez no ano.

O Grêmio foi campeão da Copa do Brasil em 1989, 1994, 1997, 2001 e 2016, e ficou com o vice em 1991, 1993 e 1995.

De volta ao Campeonato Brasileiro, pela 28ª rodada, o São Paulo enfrentará o Red Bull Bragantino, no Nabi Abi Chedid. Também na quarta-feira (6), o Grêmio terá pela frente o Bahia, na Arena, em Porto Alegre.

SÃO PAULO 0 X 0 GRÊMIO
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data e Horário: 30 de dezembro de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Juanfran, Bruno Alves, Fernando Diniz e Toró (São Paulo), Matheus Henrique, Thaciano (Grêmio)
Cartões vermelhos: Tréllez, Fernando Diniz (São Paulo)

SÃO PAULO: Volpi; Juanfran, Bruno Alves (Paulinho Bóia, aos 33’2ºT), Arboleda, Léo (Toró, aos 20’2ºT); Luan (Vitor Bueno, aos 20’2ºT), Tchê Tchê (Hernanes, aos 33’2ºT), Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Tréllez, aos 33’2ºT); Brenner. Técnico: Fernando Diniz

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz (Ferreira, aos 23’2ºT), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique e Lucas Silva; Alisson (Thaciano, aos 14’2ºT), Jean Pyerre (Darlan, aos 35’2ºT) e Pepê (Everton, aos 36’2ºT); Diego Souza (Paulo Miranda, aos 35’2ºT). Técnico: Renato Gaúcho

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE