Santa Bárbara: Chuvas ainda não aliviam

A chuva que caiu em Santa Bárbara d???Oeste no domingo a noite não aliviou a situação hídrica da cidade. Foram 102 mm medidos na estação da ETA II, na Vila Aparecida, 56,5 mm na captação Santa Alice, a Represinha, e praticamente zero na região dos mananciais de abastecimento da cidade. “Nas represas e nas áreas de recarga das mesmas não obtivemos índices de precipitação suficientes para melhorarmos nosso volume reservado de água. Essa é uma constatação triste que nos leva a tomar medidas mais arrojadas em busca da segurança no abastecimento público”, comentou o diretor-superintendente Rafael Piovezan. 
Para garantir o abastecimento até que o volume de chuvas aumente, o DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d???Oeste passará a operar com vazão reduzida nas estações de tratamento de água. Essa manobra, que se inicia hoje (03/11), visa reduzir perdas durante a noite, em que o sistema encontra-se com a maior pressão na rede, e produzirá uma economia de 15.000 m³ de água por dia. “Ao longo dos últimos 30 dias toda a equipe do DAE vem executando manobras para redução de perdas, e posso garantir que o empenho em manter o abastecimento à população é o carro chefe dos funcionários da autarquia. Tem sido um grande desafio que enfrentamos com responsabilidade e coerência”, disse Piovezan.O horário em que ocorrerão as manobras de redução de vazão será das 20h00 às 06h00 de segunda à quinta-feira. As sextas, sábados e domingos a autarquia analisará as condições dos reservatórios e, se necessário, ampliará o volume fornecido ao abastecimento. “Vamos buscar com responsabilidade as melhores estratégias para o enfrentamento dessa crise. ?? importante que a população saiba que o uso consciente é a melhor forma de lidarmos com essa condição, atualmente temos 17% do volume das represas e precisamos economizar água. O DAE tem intensificado as campanhas educativas, tem realizado manobras para redução de perdas, tem buscado o abastecimento em outros mananciais e aguarda a votação do projeto de lei submetido à Câmara Municipal que permite oferecer desconto há quem reduzir o consumo de água”, enfatizou o superintendente.Outras ações a médio e longo prazo que visam o controle de perdas estão sendo tomadas, como as obras de trocas de redes e adutoras antigas, que se encontram com a licitação em vigência. Recentemente a autarquia adquiriu 25 mil hidrômetros que substituirão os mais antigos, sem custos para o consumidor. Contra o desperdício o DAE reforçou as orientações aos munícipes que forem flagrados ou denunciados desperdiçando a água, através dos seus fiscais, e reforça o pedido de colaboração na economia junto à população barbarense.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE