Santa Bárbara abre inscrições para oficinas culturais on-line

Santa Bárbara d’Oeste abriu inscrições para novas oficinas gratuitas para o mês de julho. Com apoio da Prefeitura, as atividades serão disponibilizadas pela plataforma Zoom. A ação é realizada pelo Programa Oficinas Culturais, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis Organização Social de Cultura, em parceria com a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.

Confira detalhes das oficinas:

OFICINA PRÁTICA DE DESENHO ESPONTÂNEO

Coordenação: Soraya Lucato

Datas e horários:

TURMA A – 2, 5 e 7 de julho, 10h às 12h

TURMA B – 20, 22 e 27 de julho, das 10h Às 12h

Vagas: 50 vagas

Público alvo: interessados em geral

Inscrições: inscrições de 7 a 20 de junho

Seleção: análise da ficha de inscrição

Materiais necessários: folhas sulfite ou caderno de desenho,  lápis de cor comum e aquarela, giz de cera ou pastel ou de lousa, lápis grafite HB, 6B e 4B, borracha, caneta hidrográfica pilot preta e caneta esferografica preta ou azul.

Link de inscrição: https://forms.gle/LGTJLdDmw3Hcz26b8

O curso tem por objetivo levar os participantes a confiarem em seu desenho e usá-lo para explorar seus desejos, seja para relaxar ou para descobrir um novo hobby ou mesmo uma profissão. O intuito é levar o participante a explorar as técnicas e descobrir seu próprio traço. O curso dará noções de materiais, práticas para destravar, técnicas de Arte, observação de obras, caminhos que artistas fazem para criar e como criar um caderno de artista e um portfólio.

OFICINA DE PANDEIRO – PRÁTICAS NA CULTURA POPULAR BRASILEIRA

Coordenação: Beto Oliveira

Data e horário: 1º, 6, 8 e 13 de julho, 18h às 20h

35 Vagas

Inscrições: 7 a 20 de junho

Seleção: análise de ficha de inscrição

Plataforma: Zoom

Público-alvo: a partir de 16 anos

Materiais necessários: pandeiro, independente do seu tamanho, marca, modelo ou estado de conservação, podendo ser substituído alternativamente por outros elementos como tampas de panela, latas de goiabada, dentre tantos outros materiais que possam auxiliar a prática desses ritmos.

Link de inscrição: https://forms.gle/aMrzggjtFeukJZx16

A oficina traz, de maneira prática e objetiva, a utilização e valorização desse instrumento que representa grandiosamente a cultura popular percussiva brasileira. Presente em diversas manifestações culturais do país, serão abordados o Samba e suas variantes, a música nordestina e seus xotes e baiões, o Maracatu e toda sua magia e o funk swingado e gingado no pandeiro.

OFICINA ENTRE DOBRAS E CORTES: POSSIBILIDADES PARA NARRATIVAS VISUAIS 

Coordenação: Fabíola Notari

Datas: 6, 8, 13 e 15 de julho, das 14h às 16h

25 Vagas

Público alvo: Educadores, artistas visuais, designers, produtores culturais, etc.

Inscrições: 7 a 20 de junho

Seleção: análise da ficha de inscrição

Materiais necessários: Material de desenho: lápis preto e borracha. Material para dobra e corte: tesoura, estilete, régua metálica, base para corte. Material para colagem: revistas, jornais e materiais impressos, cola bastão.

Link de inscrição: https://forms.gle/tn4tS5KjnpvdazpLA

A superfície do papel me permite a construção de narrativas visuais. Com dobras e cortes, posso potencializar as relações com o espaço-tempo da leitura das imagens. Quais histórias poderão ser contadas neste formato? E naquele? Como escolher o melhor formato para minha história? Nesta oficina busca-se responder essas e outras perguntas que permeiam a construção de narrativas visuais.

OFICINA DE FOTOGRAFIA E PERCEPÇÃO AMBIENTAL 

Coordenação: Natália Vieira

Datas e horários: 7, 9, 14 e 16 de julho, das 14h às 16h

Inscrições: 7 a 20 de junho

50 vagas

Seleção: Análise da ficha de inscrição

Público-alvo: pessoas que se interessem em aprender técnicas básicas de fotografia e linguagem fotográfica e tenham alguma afinidade com o tema “natureza”.

Plataforma: Zoom

Recursos técnicos, materiais e equipamentos necessários: câmera fotográfica ou celular com câmera.

Link do formulário: https://forms.gle/SD4bvvpbVjak4biG6

A oficina visa o desenvolvimento da percepção ambiental através do exercício da linguagem fotográfica. Os participantes aprenderão conceitos teóricos sobre o ato fotográfico através de demonstrações práticas e diversas propostas de exercícios.

CLUBE DE LEITURA DANTE E A DIVINA COMÉDIA: UMA VIAGEM ENTRE INFERNO, PURGATÓRIO E PARAÍSO

Coordenação: Valentina Cantori

Data e horário: 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27 e 29 de julho, terças e quintas-feiras, das 18h às 20h.

Inscrições: de 7 a 20 de junho

Inscrições: 50 vagas

Seleção: análise de ficha de inscrição

Público-alvo: interessados em geral

Plataforma: Zoom

Link do formulário: https://forms.gle/XMgeUmXyUoeFgzaj8

Neste ano se comemoram os setecentos anos da morte de Dante Alighieri (1265-1321), considerado um dos autores mais importantes da literatura universal, e o Clube de Leitura pensou em homenageá-lo, propondo um ciclo de encontros que abordarão sua obra mais importante: a Divina Comédia. Durante os encontros falaremos do contexto histórico da Itália do século XIV, das obras de Dante e da estrutura da Divina Comédia; leremos os Cantos mais significativos do Inferno, do Purgatório e do Paraíso, em italiano e em português. Falaremos, também, da influência de Dante na língua e na cultura italianas, considerando as importantes contribuições que reverberam até os nossos dias.

ESCREVER O AMOR NOS TEMPOS DE PANDEMIA 

Coordenação: Ricardo A. Hirata

Data e horário: 05, 07, 12 e 14  de julho das 18h às 20h

30 Vagas

Inscrições: de 7 a 20 de junho

Seleção: análise de ficha de inscrição

Plataforma: Zoom

Público-alvo: a partir de 16 anos

Link para inscrição: https://forms.gle/qpQioppTMTWZZTpDA

A partir de trechos das obras O Amor nos Tempos do Cólera (Gabriel García Márquez) e Fragmentos de um Discurso Amoroso (Roland Barthes), a oficina propõe um espaço de criação compartilhada da experiência amorosa, tal como é possível num cenário pandêmico. Encontros e desencontros, solidão e apaixonamento, palavras carregadas de afetos sempre nos sussurram, quando as escutamos de perto. À procura de companhia, guarida e acolhimento, uma frase, um leitor. A despeito dos desafios, todo amor requer uma folha em branco. Independente do desfecho, cada história merece ser contada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE