Saúde de NO orienta sobre cuidados com crianças nas férias

As férias estão chegando e a criançada está com energia de sobra para se divertir. No entanto, o período festivo requer também alguns cuidados especiais para evitar que a brincadeira acabe em dor de cabeça.
Levantamento da Secretaria de Saúde de Nova Odessa aponta que os acidentes domésticos envolvendo crianças aumenta em média 50% durante este período do ano. “?? preciso redobrar os cuidados, pois a criança não tem noção do perigo. Para ela, uma simples brincadeira pode causar danos seríssimos”, afirmou o chefe de enfermagem do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia, André Barros.
Quedas acidentais, uso de objetos perfurantes e cortantes, queimaduras, ingestão de medicamentos e produtos de limpeza e afogamentos estão entre os principais casos registrados.
Segundo o chefe de Enfermagem, no Hospital Municipal de Nova Odessa são registrados entre 100 a 150 atendimentos a crianças por dia. “No período das férias, este índice sobe em torno de 50%. Nossas equipes estão a postos, mas os pais e responsáveis não devem descuidar. Prevenção é essencial”, disse.
Ele lembrou que é preciso também atenção especial com higiene pessoal e dos alimentos. “Muitas pessoas viajam nesta época do ano e não são raros os casos de intoxicação por consumir alimentos que não tiveram o cuidado adequado no momento do preparo”, afirmou. “?? preciso atenção em relação às condições dos alimentos que serão consumidos, ver se estão devidamente higienizados, se foram conservados e preparados de forma correta”, frisou.
Segundo ele, a maior parte dos atendimentos envolvem crianças que se acidentaram na cozinha. “Queimaduras, cortes com facas e quedas são bastante constantes”, disse. Os medicamentos e produtos de limpeza também merecem atenção especial. “As crianças são muito curiosas. Não são raros os casos de crianças que beberam produtos de limpeza ou medicamentos que estavam ao seu alcance”, afirmou.
?? preciso atenção também aos brinquedos entregues às crianças, já que podem soltar algumas peças e provocar engasgos. Em casa, atenção aos ambientes com tomadas e aparelhos elétricos. “As crianças também adoram brincar de pular no sofá ou na cama. ?? preciso cuidado, pois uma queda pode gerar uma fratura ou algo mais sério”, disse.
E com o calor, atenção redobrada em ambientes com água. “Um simples balde com um pouco de água ou o vaso sanitário podem ser suficientes para afogar uma criança”, explicou.
O chefe de Enfermagem lembrou ainda que as altas temperaturas pedem cuidados especiais. “Mantenha as crianças sempre hidratadas, passe protetor solar de acordo com a idade e busque ambientes frescos, com bastante ventilação”, observou.
A identificação da criança também foi destacada pelo chefe de Enfermagem. “Para os pais que vão sair ou viajar, coloquem em seus filhos uma pulseira com nome e telefone dos responsáveis. E, em casos de emergência, mantenha a calma. A criança precisa estar tranquila para que possa ser bem cuidada”, finalizou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE