S.Bárbara zera demanda de exames e reduz tempo de espera

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste zerou a fila de espera de 11 tipos de exames nos últimos meses. Entre os procedimentos, que no momento não contam com demanda reprimida para agendamento, estão tomografia sem contraste, densitometria óssea e nove tipos de ultrassom: de rins e vias urinárias, de parede abdominal, de região inguinal, de tireoide, pélvica, de abdômen superior, de próstata, cervical e de partes moles. Para que essa redução fosse possível, a Secretaria de Saúde realizou 5.168 desses exames no último ano.

Os procedimentos ocorreram no Novo Centro Municipal de Exames e Diagnósticos – entregue à população barbarense no final de outubro e em serviços contratados pela Administração, em serviços referenciados no Estado (AMEs,  Hospital Estadual de Sumaré, Boldrini) e por meio de convênio (Hospital Santa Bárbara).

Além de zerar a fila para 11 tipos de exames, a Administração Municipal também reduziu o tempo de espera para agendamento de novas consultas em diversas especialidades atendidas no Centro de Especialidades. Atualmente os pacientes que são encaminhados para primeira consulta com gastroenterologista, urologista, pneumologista, neuropediatra, cardiologista, otorrinolaringologista e reumatologista são agendados entre uma semana a 10 dias. Foram aproximadamente 16 mil consultas realizadas para estas especialidades no último ano.

“São todos exames importantes que conseguimos avançar e zerar a fila que existia em nosso Município”, comentou o prefeito Rafael Piovezan. “Esse é o caminho da reorganização na área da Saúde. Trilhamos um caminho virtuoso de preparar nosso sistema de Saúde para facilitar a vida do cidadão e ainda suprirmos algumas dificuldades de outros entes federativos, neste caso, realizando procedimentos de responsabilidade do Estado. Esse aperfeiçoamento na Saúde será diário e pensando sempre na população”, complementou o prefeito.Demanda de Ex

Outros procedimentos

Outras duas importantes ações voltadas a procedimentos de Saúde vêm sendo realizadas pelo Município. A Prefeitura absorveu a demanda do Estado para cirurgia de estrabismo. As 239 pessoas que aguardavam por agendamento nos serviços de referência do SUS foram reavaliadas na rede municipal e as cirurgias já foram iniciadas no Hospital Santa Bárbara.

Já no final de novembro, o Município iniciou as cirurgias pediátricas, em parceria com Faculdade São Leopoldo Mandic. O número de procedimentos passou de uma vaga, antes disponibilizada pelo Estado, para 45 agendamentos por mês, realizados no Hospital Santa Bárbara.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE