Romi melhora receita no 3o Tri

A Romi encerrou o terceiro trimestre com receita operacional líquida de R$ 181,9 milhões, alta de 17,5% sobre o registrado em 2012 (R$ 111,9 milhões) e 20,2% ao alcançado no trimestre diretamente anterior. 
Considerando o acumulado dos nove primeiros meses, o valor foi de 17,4% superior ao obtido no mesmo período do ano passado. Todas as unidades de negócios apresentaram crescimento, com destaque para a unidade de negócios de Fundidos e Usinados, cuja receita subiu 34,3% no período. 
No trimestre, a margem bruta obtida ficou 4,7 pontos percentuais acima do registrado em 2012, saltando para 28,3%. 
Na comparação anual, a melhora reflete principalmente pela modera recuperação de preços e o aumento do volume faturado, que dilui custos fixos e despesas operacionais. Por outro lado houve um leve aumento de custos, repassando gradualmente ao preço do produto final. 
A margem operacional subiu 9,4 p.p ante o mesmo trimestre de 2012, para 5,1%, e 2,9 p.p contra o segundo trimestre deste ano. 
De julho a setembro, a geração operacional de caixa das operações continuadas medidas pelo Ebitda (lucro antes de resultados financeiros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 18,1 milhões, com margem de 9,9%. 
Já o resultado líquido das operações continuadas foi de R$ 9,1 milhões no trimestre e de R$ 8,7 milhões no acumulado do ano. Considerando o total das operações da companhia (operações continuadas e operações descontinuadas), a Indústrias Romi fechou prejuízo de R$ 4,3 milhões no trimestre e de R$ 16 milhões nos nove primeiros meses do ano.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE