Romi-Isetta voltará reestilizada

Lembra do Romi-Isetta, o primeiro carro fabricado no Brasil? Com seu estilo simpático, porta dianteira única e porte diminuto, o modelo foi produzido por diversas marcas (incluindo BMW) e fez sua fama ao redor do mundo. Agora, a fabricante Micro prepara o retorno do icônico carrinho para dezembro de 2018 com o nome de Microlino custando R$ 52.900 (12 mil euros).

Passado o processo de homologação (aprovado no início de julho deste ano), a Micro pretende fabricar e distribuir as primeiras 25 unidades do novo Romi-Isetta no final deste ano. A produção em massa e entregas para Suíça e Alemanha serão feitas apenas em 2019. Não há ainda confirmações sobre a venda do modelo fora da Europa.

De cara já é possível perceber que uma grande parte do estilo do Romi-Isetta foi herdada pelo Microlino. Tal qual o modelo original, o pequeno elétrico tem porta dianteira única que cria um pequeno sorriso e leva consigo todo painel e volante. Os faróis ficam em pequenos canhões suspensos nas laterais. Já a traseira conta com tampa de vidro como no Fiat Mobi.

Totalmente elétrico, o Romi-Isetta 2018 será vendido em duas versões: a primeira contará com autonomia de 120 km enquanto a segunda permitirá rodar 215 km sem precisar recarregar. A potência máxima do modelo é de apenas 21 cv enquanto o torque é de 11,2 kgfm. O Microlino terá velocidade máxima limitada a 90 km/h e chegará a 50 km/h em 5 segundos. Além disso, o comprimento total de 2,4 m permite estacionar de frente em vagas na rua, como na primeira geração do smart ForTwo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE