Rodovias da região têm recorde de queimadas. E sua saúde?

 Rodovias da região têm recorde de queimadas. E sua saúde?

A falta de chuvas fez disparar o número de queimadas no corredor Dom Pedro de rodovias. Segundo a concessionária Rota das Bandeiras, em maio foram registradas 112 ocorrências, recorde para o mês desde o início da concessão, em 2009. No ano passado, foram 55 queimadas no período.

Além dos riscos aos motoristas (quem têm a visibilidade prejudicada) e os danos ao meio-ambiente, essas queimadas podem gerar sérios problemas de saúde nas pessoas da região, pois piora a qualidade do ar, cenário que combinado com pandemia do covid-19 (doença que causa problemas respiratórios), torna-se ainda pior.

“No caso de uma pessoa que já tem problemas pulmonares, como por exemplo um asmático, esse cenário de alta nas queimadas pode desencadear uma crise asmática, por induzir uma inflamação dos pulmões”, destaca o pneumologista Ronaldo Macedo, que é coordenador do Ambulatório de Doenças Intersticiais Pulmonares no Hospital de Clínicas da Unicamp.

Segundo o médico, no cenário atual de pandemia, o quadro é ainda mais preocupante.  “Este momento de disseminação do covid-19 é ainda mais delicado porque, caso a pessoa esteja com o pulmão inflamado e a asma descompensada e adquira a infecção pelo covid-19, o quadro pode ser bem mais grave do que seria se ela estivesse saudável”, ressalta Macedo.

Vale lembrar que mesmo as pessoas que não têm problemas nos pulmões, ao serem expostas às queimadas, podem adquirir um processo de tosse, com inflamação das vias aéreas, agravando ou facilitando possíveis infecções respiratórias.

“As recomendações principais para reduzir os efeitos da baixa umidade do ar e das queimadas na saúde são hidratação adequada, higiene nasal com soro fisiológico e a utilização de umidificador, panos molhados ou bacia de água no ambiente de sono”, completa Macedo.

Sobre o Dr. Ronaldo Macedo
Ronaldo Macedo trabalha no Hospital de Clínicas da Unicamp há quase 10 anos, onde é coordenador do Ambulatório de Doenças Pulmonares Difusas /Intersticiais (ambulatório de referência na Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia) e no Hospital Vera Cruz / Campinas. Também é professor da disciplina de Emergências Respiratórias na pós-graduação de Medicina de Emergência do Instituto Terzius. É pneumologista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, tendo participado como Observer Fellow no Serviço de Transplante Pulmonar no Toronto General Hospital, no Canadá. Para saber mais sobre o especialista, visite https://drronaldomacedo.com.br/

Relacionados