Edit

RMC decide cancelar programação oficial do Carnaval

Prefeitos e representantes das prefeituras das 20 cidades que compõem a RMC (Região Metropolitana de Campinas) decidiram por unanimidade cancelar as programações oficiais de Carnaval de 2022. A decisão foi tomada na segunda-feira (29/11), na reunião mensal do Conselho de Desenvolvimento da metrópole, realizada em Cosmópolis. O principal motivo é o risco de um eventual agravamento da pandemia de Covid-19 no início de 2022, em função de novas variantes do coronavírus. O prefeito de Nova Odessa Cláudio José Schooder, o Leitinho, representou Nova Odessa no encontro. Decisão idêntica já havia sido tomada e divulgada por prefeituras da região, como Americana, Sumaré e Santa Bárbara d’Oeste, e vinha sendo seguida por outros municípios. Já os bailes em locais privados e fechados não devem ser proibidos, mas “desestimulados” e, se ocorrerem, fiscalizados pelas prefeituras.

“Sobre o Carnaval 2022, tivemos esse debate muito proveitoso entre os prefeitos para vermos se ia ter ou não uma programação. Foi decidido por unanimidade que não vai ter programação em nenhuma cidade. Apenas Monte Mor tinha uma opinião diferente, mas o prefeito de lá, com espírito democrático, se sensibilizou e também decidiu seguir a maioria”, explicou o prefeito de Nova Odessa. “Eu particularmente segui o raciocínio dos prefeitos de Sumaré, Americana e Santa Bárbara, que já tinham anunciado que não iriam fazer, porque ainda estamos saindo de uma pandemia muito grave, e ainda corremos o risco de termos novas variantes que podem surgir e chegar aqui. Então, para evitar um agravamento da pandemia e preservar vidas, não vamos fazer Carnaval”, acrescentou Leitinho.

“Mas se algum lugar privado decidir que quer fazer, sem problema, só vamos exigir alvará e fiscalização da nossa Vigilância Sanitária. Mas em locais públicos não vai ter Carnaval, nem mesmo de rua. Vamos fazer agora um decreto municipal neste sentido”, completou o chefe do Executivo de Nova Odessa. Em 2021, já não houve programação de Carnaval de rua ou mesmo de salão no Estado de São Paulo, em função do grave momento da pandemia, pouco antes do “pico” da Covid-19, que ocorreu nos dois meses seguintes. A reunião dos prefeitos em Cosmópolis foi conduzida pelo presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMC, o prefeito de Jaguariúna Gustavo Reis, e pelo diretor-executivo da Agemcamp (Agência Metropolitana de Desenvolvimento), o americanense Odair Dias. No encontro, foi decidido que a cidade Estiva Gerbi, próxima a Mogi Guaçu, deve ser o 21º município a compor a RMC.

SERRA AZUL

O prefeito de Nova Odessa Leitinho Schooder também acompanhou, na segunda-feira (29/11), o governador do Estado a Itupeva, onde João Doria assinou decreto de criação do Distrito Turístico Serra Azul, englobando um complexo de parques temáticos e centros de compras na região de Jundiaí.

A previsão é de R$ 1,8 bilhão em investimentos privados nas cidades de Itupeva, Jundiaí, Louveira e Vinhedo ao longo dos próximos cinco anos, com geração de 7.440 novas vagas de emprego até 2026. Segundo Leitinho, o “modelo” adotado pelo Estado na criação deste Distrito Turístico pode vir a ser repetido na RMC no futuro – por exemplo, na área de Turismo de Negócios, em que a região de Campinas é destaque nacional.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE