Rezende quer professor rangando na escola

O vereador Welington Rezende (PRP) protocolou nesta segunda-feira (21) requerimento questionando a decisão da Secretaria de Educação de Americana de proibir que professores e demais servidores das escolas e creches municipais se alimentem da merenda escolar. Rezende explicou ter recebido reclamações de professoras dando conta de que os funcionários sempre se alimentaram da merenda e agora a pasta enviou comunicado às unidades de ensino solicitando a relação de servidores interessados em adquirir marmitex, com o objetivo de contratar fornecedora.
“?? um absurdo querer proibir professor de comer da merenda junto dos alunos para contratar uma empresa para fornecer marmitex a esses mesmos profissionais. Eles disseram que uma parte deverá ser paga pelos funcionários e outra pelo município. Vejo que em vários municípios os professores se alimentam dentro da própria escola com a mesma merenda dos alunos. Agora por que o professor teria de comer alimento diferente dos alunos?”, questiona.
Em contato com professores da rede, eles relataram que a participação do professor na merenda escolar é uma forma de ensino e incentivo sobre alimentação adequada. “Durante todo esse processo os professores estão próximos dos alunos e educando”, disse o vereador.
Segundo o documento, Rezende quer saber os motivos que justificam a alteração, o valor gasto por unidade com a merenda escolar dada aos professores da rede, a economia financeira que o fornecimento de marmitex gerará aos cofres públicos e a data que entra em vigor o novo sistema de alimentação dos professores municipais.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE