Rezende quer fim do sistema radial no ônibus

Após receber uma enxurrada de reclamações nas últimas semanas a respeito do transporte coletivo urbano de Americana, o vereador Welington Rezende (PRP) protocolou nesta terça-feira (15) moção de apelo ao prefeito municipal solicitando a intervenção do chefe do Executivo para a revogação do sistema radial, adotado desde o dia 28 de abril no município. A moção será votada na sessão desta quinta-feira (17).
Segundo Rezende, usuários do transporte coletivo urbano – mais de 35 mil americanenses – têm demonstrado “expresso descontentamento” com o serviço prestado neste sistema por parte da empresa VPT.
O parlamentar explicou que os relatos são os mais diversos: número insuficiente de ônibus e linhas em praticamente todos os bairros, atrasos superiores a uma hora e mau planejamento da integração (prevista em 1h30).
“Recebi informações de passageiros que chegam a pagar R$ 16 nas passagens entre a ida e volta do trabalho nos horários de pico. Os usuários estão revoltados, desde o primeiro dia, com o fato de os coletivos não irem mais diretamente aos seus bairros de interesse e os transtornos aumentam com a baldeação no terminal central. Os relatos beiram a desassistência a estudantes e trabalhadores, que anteriormente tomavam o transporte em direção as suas escolas e empregos, mas atualmente muitos se veem obrigados a realizar boa parte do trajeto a pé”, destacou o vereador.
Rezende argumentou que, apesar de reuniões realizadas entre membros do Executivo, vereadores e a direção da VPT, as melhorias anunciadas e prometidas pela empresa não surtiram efeito a ponto de atender as reais necessidades da maioria dos usuários do transporte coletivo urbano.
“O prefeito cogitou em entrevista recente à imprensa a possibilidade de retornar ao sistema antigo, caso os problemas persistissem. E é exatamente o que temos visto, por isso, torna-se inevitável a intervenção do prefeito no sentido de revogar o sistema radial e determinar, junto à empresa VPT, a adoção ao sistema antigo de transporte visando garantir um transporte público mais eficiente do que o atual cenário”, afirmou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE