Rei das fakenews, Alexandre Garcia da Vox lucrou ‘enganando’

O jornalista Alexandre Garcia faturou quase R$ 70 mil reais com propagandas em vídeos negacionistas sobre a pandemia da Covid-19 que foram apagados da internet.  O colunista da rádio Vox 90 de Americana foi desmascarado pelo próprio Google que, segundo o jornal O Globo, informou dados sigilosos à CPI da Covid sobre o quanto canais do YouTube ganharam de dinheiro com vídeos que foram tirados do ar por conterem informações falsas. O HOMEM DA VOX e comentarista da CNN Brasil está no topo da lista.

Ao todo foram 385 vídeos retirados do YouTube pela plataforma ou pelos próprios usuários, após ser identificado que eles continham informações falsas relacionadas à pandemia. Somente no canal de Alexandre Garcia foram 126 vídeos apagados, mas que renderam quase R$ 70 mil reais por conta das propagandas.

Outros canais de apoiadores de Bolsonaro fazem parte dessa lista, como por eemplo Gustavo Gayer, Brasil Notícias e Notícias Política BR. Ao todo são 34 canais de YouTube envolvidos que ganharam 45 mil dólares antes dos vídeos ficarem indisponíveis, o equivalente a cerca de R$ 230 mil.

De todos os 385 vídeos, apenas 90 deles foram retirados do ar antes de lucrarem com as propagandas. Na maioria das vezes, os vídeos traziam informações falsas sobre a eficácia de medicamentos no tratamento precoce para a Covid-19, mas também disseminavam mentiras sobre a taxa de vacinação no Brasil e o número de mortes relacionados à doença causada pelo novo coronavírus.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE