Região vacina 8,1 mil no sábado

O primeiro Dia D Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite imunizou, neste sábado (4) 8.152 crianças na região. Sumaré foi a cidade que mais vacinou, com número quase 3 vezes maior que Santa Bárbara d’Oeste.
SBO- Em Santa Bárbara d’Oeste foram aplicadas, no total, 1.239 doses da vacina tríplice viral contra sarampo, caxumba e rubéola e 1.273 doses da vacina contra poliomielite nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). A ação é promovida pelo Ministério da Saúde em parceria com a Prefeitura.
SUMAR??– 3.765 doses das vacinas contra poliomielite e sarampo foram aplicadas em crianças de Sumaré no último sábado, dia 4, quando ocorreu o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação. No dia 18 de agosto, haverá outro ???Dia D??? para a imunização, das 8 às 17 horas, nas 23 unidades de saúde do município. Podem receber a dose crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade. A vacinação também pode ser realizada nas unidades de saúde segunda a sexta-feira, até dia 31 de agosto.
AMERICANA– A Prefeitura de Americana, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou no sábado (4) o Dia D de vacinação contra o sarampo e a poliomielite. O dia serviu de marco inicial da campanha que pretende imunizar 9,5 mil crianças no município. Ao todo, foram 2.479 doses aplicadas contra o sarampo, o que equivale a 25% da meta a ser atingida, e 2.522 doses contra a poliomielite, correspondendo a 26,27% da cobertura. Em 43 casos, as crianças não puderam ser vacinadas contra o sarampo por terem recebido a primeira dose há menos de um mês. 

As crianças que não foram vacinadas durante o Dia D poderão receber a vacina em qualquer Unidade Básica de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, até o dia 31 de agosto.    
NOVA ODESSA- A Secretaria de Saúde de Nova Odessa promoveu sábado (4) o primeiro ‘Dia D’ pela Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite (paralisia infantil). Quatro das cinco UBSs (Unidades Básicas de Saúde) estiveram funcionando e aplicaram 592 doses de vacina contra a poliomielite e 589 no combate ao sarampo. O alcance é de 23% do público-alvo: as crianças de 1 ano a 5 anos incompletos.
No caso do sarampo, a recomendação é para que a vacina seja aplicada mesmo nas crianças que já tomaram uma dose anteriormente, desde que não nos últimos 30 dias). A campanha de reforço contra o sarampo e a poliomielite ocorre a cada quatro anos e estava prevista no calendário do Ministério de Saúde, mas foi preciso reforçar devido à volta da circulação do sarampo no território brasileiro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE