Rede apresenta nova estratégia para o e-commerce

A Rede, empresa de meios de pagamento eletrônicos do Itaú Unibanco, apresentou nesta quarta-feira (29) seu novo modelo de negócio para o atendimento ao comércio eletrônico, segmento que, ano a ano, cresce a duplo dígito em número de consumidores e tem peso cada vez maior nos resultados da credenciadora. O reposicionamento se apoia em três pilares: Tecnologia, com uma plataforma única de produtos; Pessoas, com ampliação das equipes comercial, de produtos e de atendimento dedicadas; e Parceria com emissores. As mudanças chegam com o objetivo de impulsionar o desempenho dos clientes que usam a internet como canal de vendas.

No primeiro semestre, o faturamento da operação da Rede voltada ao comércio eletrônico cresceu 24% – acima da média do mercado ???, assim como o market share, que teve ganho de 5 p.p., na comparação com os resultados do mesmo período de 2017. A expectativa para o que vem pela frente é tão positiva quanto esse indicador, na visão do diretor-presidente da Rede, Marcos Magalhães. ???O aumento das vendas pelo celular e a consolidação dos marketplaces favorece o desenvolvimento do e-commerce no País. Esse é um mercado de mais de 55 milhões de consumidores e que tem espaço de sobra para se expandir, se consideramos o número crescente de nativos digitais com autonomia para comprar e a expectativa de melhora da economia???, afirma o executivo.

O investimento na equipe foi uma das prioridades do novo modelo de negócio, para sustentar a estratégia de ter um atendimento mais especializado e com carteiras dedicadas.

No tocante às inovações tecnológicas, tanto a experiência dos desenvolvedores quanto a dos consumidores foram determinantes para se chegar a uma oferta que agregasse mais valor ao varejista. Mais completa e com funcionalidades de gateway, adquirência e antifraude unificadas, a versão 2.0 da plataforma da Rede apresenta velocidade de resposta duas vezes mais ágil e tem gerado ganho médio de 6 p.p. na conversão de vendas de lojistas online.

Sinergia com parceiros

Outro pilar da estratégia passa pela complementariedade entre o cardápio e a expertise do Itaú Unibanco e outros emissores com a oferta da Rede. ???Desenhamos projetos mais sofisticados de e-commerce que aproveitam informações de crédito e emissão dos emissores. Isso se reflete em vantagens para o varejista principalmente na prevenção a fraudes???, explica Magalhães.

Por fim, a Rede, em parceria com o Itaú, é responsável pela vertical de fintechs no Cubo. A área tem como vocação desenvolver projetos em parceria com startups dedicadas ao mercado financeiro, incluindo soluções tecnológicas para meios de pagamento e processamento de transações que podem levar o e-commerce ainda mais longe.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE