Receita de Nova Odessa será maior em 2020

A receita da Prefeitura de Nova Odessa com ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) vai ser maior em 2020, conforme dados definitivos do IPM (Índice de Participação dos Municípios) do ano base de 2018, divulgados na última sexta-feira (13) pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. O indicador do município, que aponta a fatia de repasse para o município durante o ano, passou de 0,19659520% para 0,19832477%, uma variação positiva de 0,88%.
De acordo com a pasta estadual, os depósitos de 2020 serão efetuados a partir de 2 de janeiro. O Governo do Estado faz depósitos semanais nas contas dos municípios, sempre até o segundo dia útil de cada semana, conforme estabelece a lei complementar 63/1990.  Os repasses do imposto são resultado da aplicação do índice de participação de cada município sobre 25% do total arrecadado na semana anterior.
A elevação do IPM do município deixou a secretária de Finanças, Mara Beatriz Kilmeyers, otimista. “A notícia de que vamos ter uma alíquota maior é muito bem-vinda, ainda mais diante de toda situação financeira que temos vivenciado em nosso país nos últimos anos. No entanto, embora o valor da alíquota seja maior, não dá ainda para estimar o quanto deve ser repassado a mais para Nova Odessa, já que o cálculo é feito com base na arrecadação de todo Estado”, afirmou a secretária.
A confirmação de que o índice terá evolução também foi comemorada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do município, José Mário Moraes, o “Zé Mário”. O secretário tem visitado empresas para atrair empresas ao município. “Nova Odessa é uma cidade privilegiada do ponto de vista logístico, com fácil acesso a três das principais rodovias do Estado [Anhanguera, Bandeirantes e Dom Pedro II, uma das melhores estruturas de saneamento básico do país, além de ser, comprovadamente, uma das cidades com mais qualidade de vida do Brasil”, explicou Moraes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE