Edit

Ranking de média salarial para professores em cada estado

Levantamento realizado pela Catho, marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos, revela o ranking de estados que oferecem os maiores salários para professores no Brasil. O Distrito Federal é o estado com maior média salarial, seguido do Pará e Maranhão, respectivamente. A pesquisa ainda mostrou que, com a volta das aulas presenciais, as vagas para professores auxiliares cresceram mais de 300% quando comparado ao mesmo período de 2020.

Em todo País, é possível notar ofertas que variam entre R$1.700,00 até R$5.000,00. Os estados que oferecem a maior média salarial atualmente são: Distrito Federal (R$5.167,64), Pará (R$4.341,34) e Maranhão (R$4.223,44). Já o Rio Grande do Norte é o estado que oferece a menor remuneração para os educadores, com uma média de R$1.798,51.

Confira o ranking completo:

Distrito Federal R$ 5.167,64
Pará R$ 4.341,34
Maranhão R$ 4.223,44
Santa Catarina R$ 4.219,02
Mato Grosso R$ 4.187,99
Mato Grosso do Sul R$ 4.071,85
Espírito Santo R$ 3.924,32
Goiás R$ 3.873,49
Rondônia R$ 3.811,61
Roraima R$ 3.660,94
Minas gerais R$ 3.631,20
Tocantins R$ 3.496,85
São Paulo R$ 3.464,68
Pernambuco R$ 3.435,84
Rio de Janeiro R$ 3.399,90
Acre R$ 3.386,51
Paraíba R$ 3.329,40
Bahia R$ 3.267,77
Piauí R$ 3.110,70
Paraná R$ 3.049,56
Amazonas R$ 2.960,57
Rio Grande do Sul R$ 2.944,78
Sergipe R$ 2.797,33
Alagoas R$ 2.550,29
Ceará R$ 2.496,07
Amapá R$ 2.078,36
Rio Grande do Norte R$ 1.798,51

Quando o assunto é especialidade, os professores de ensino superior são os que encontram propostas de remuneração acima da média. Cargos para lecionar administração e direito  estão entre as maiores ofertas: R$8.761,33 e R$7.130,89, respectivamente. Os educadores do ensino médio vem logo depois com ofertas de salários de R$3.861,64 para práticas pedagógicas e de R$3.749,40 para o ensino de línguas estrangeiras. Já para atuar com o ensino fundamental,as médias salariais são de R$3.035,21 e R$2.941,3 para ensinar educação física e matérias regulares, respectivamente.

Aumento de vagas

“Com o avanço da vacinação e o retorno das aulas presenciais foi possível notar um crescimento na oferta de vagas para os educadores e principalmente para os auxiliares que são essenciais no modelo presencial”, explica Patricia Suzuki, CHRO da Catho.

Outro ponto importante revelado pelo levantamento foi o crescimento nas oportunidades para esses profissionais. As vagas para atuar como auxiliares de classe cresceram 324% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Já para os professores de inglês, as oportunidades cresceram 79%. As informações são referentes à base de dados da Catho com vagas disponíveis para atuação em todo o País.

Atualmente a Catho conta com mais de 2.000 vagas para professores abertas. Para se candidatar basta acessar o link: https://www.catho.com.br/vagas/?pais_id=31&q=professor.

Sobre a Catho

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE