Quadras de tênis não ‘saem do papel’ em Nova Odessa

As duas primeiras quadras públicas de tênis de Nova Odessa seguem com a sua construção indefinida. A ordem de serviço para a obra feita, no Complexo Municipal do Jardim Santa Rosa, foi assinada pela Prefeitura em 30 de junho do ano passado. O prazo de execução era de sete meses, mas até agora pouco foi feito e a benfeitoria não ‘sai do papel’.

Os equipamentos esportivos são viabilizados com recurso de R$ 232,7 mil, dos quais R$ 200 mil obtidos por intermédio do vereador Antônio Alves Teixeira-Professor Antônio (PSD), através de emenda parlamentar do deputado federal Carlos Zarattini (PT) ainda em 2017. O restante é de verbas próprias do Poder Executivo.

Professor Antônio garante que o recurso está depositado há seis meses nos cofres municipais e a obra era para ser entregue em janeiro passado. “Lá só está a placa e o matagal”, lamenta. “Não sabemos os reais motivos pelos quais a obra não aconteceu. Eu imagino algumas coisas, mas só falo daquilo que tenho provas”, desconversou.

O local destinado para a construção das duas quadras de tênis fica atrás do Ginásio Municipal, em uma área onde existem duas quadras poliesportivas externas desativadas. “É uma pena. A comunidade de Nova Odessa poderia estar jogando tênis há uns três meses”, reforça Antônio. O vereador diz que a obra “foi iniciada com dois caminhões de pedra e está sem terminar”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE