PT emite nota contra ação da PM na Alesp

Como se não bastasse a violência psicológica e mental de acabar com direitos do funcionalismo público paulista, com a aprovação da PEC 18, que aumenta o tempo do trabalho dos professores para que esses possam se aposentar, que retira direitos de trabalhadores e trabalhadoras da área da saúde, da segurança, de todos os servidores públicos, o Governo do PSDB, de João Dória, de Cauê Macris, resolveram atacar fisicamente quem faz o maior estado da União funcionar.
Após manobras do Presidente da ALESP, Cauê Macris (PSDB), que mudou o horário da sessão de ontem (3) das 14h para o período da manhã, para impedir o direito dos funcionários públicos de se manifestarem e assistirem o posicionamento dos deputados sobre esse Projeto de Emenda à Constituição, o que se seguiu na ALESP foi um verdadeiro massacre da tropa de choque contra trabalhadores.
Mesmo com todas essas manobras, muitos funcionários públicos conseguiram chegar até a Assembleia, para legitimamente utilizar do direito constitucional de lutar por seus direitos e por dignidade nas suas profissões. Balas de borracha, bombas de efeito moral, foram o cartão de visitas utilizados contra educadores, contra trabalhadores da saúde, contra homens e mulheres, se tornando o método encontrado pelo Presidente Cauê Macris (PSDB) para que esse nefasto projeto fosse aprovado.
O PT de Americana vem a público repudiar de maneira veemente o autoritarismo utilizado pelo PSDB, com responsabilidade e endosso do Governador João Dória e de Cauê Macris, Presidente da ALESP, no local em que deveria reinar o debate civilizado, local em que deveria se privilegiar os interesses da população e daqueles que são instrumentos de todas as ações sociais e administrativas do estado de São Paulo.
Exigimos que sejam apuradas as responsabilidades por essa brutalidade realizada contra o funcionalismo público paulista e que os responsáveis sofram as punições que nossa Constituição democrática, fruto de muita luta por parte dos trabalhadores e trabalhadoras, seja respeitada.
Que os democratas lutem contra o autoritarismo e que a liberdade não sucumba ao fantasma da ditadura parlamentar, hoje implantada pelo Sr. Cauê Macris. No Parlamento, que é a casa do povo, quem deve mandar é o próprio povo.
Essa é a nota.
Executiva do Partido dos Trabalhadores de Americana.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE