PT AM lamenta morte de Dona Marisa

?? com grande pesar que informamos que a ex-primeira-dama, Dona Marisa Letícia, após agravamento do seu quadro de saúde, faleceu.
O Partido dos Trabalhadores de Americana manifesta aqui sua profunda tristeza com a notícia e solidariza com o ex presidente Lula e sua família. Que Dona Marisa encontre o descanso da paz eterna. 

Marco Russo Presidente PT Americana
Parece que existem épocas em nossa vida que a angústia, a tristeza, a dificuldade, a depressão fazem morada em nossa história. Parece que existem épocas que não viemos à vida para sermos felizes. Quando muito nessas épocas, minimizamos sofrimentos, isso quando conseguimos.
Passamos por um período difícil. Provocado por erros que cometemos, mas também por erros imputados a nós que não são verídicos. Isso produz injustiças.
A injustiça é um grande motor para o ódio e o ódio é irracional e, portanto, um grande causador de injustiças. Vivemos um momento de ódio coletivo causado por interesses de poderosos, ditos por poderosos (a Globo é muito rica e tem muitos interesses), e exclusivamente que beneficiam poderosos. Aqueles que se insurgem com injustiças históricas são injustiçados em favor de benefícios para poucos ricos. Querem o dinheiro para eles e não entendem o pobre ter um prato de comida, andar de avião, ter um carro ou estudar em uma faculdade.
A elite, a grande mídia, os interesses exclusivistas e pequenos de setores do judiciário devem estar satisfeitos com mais um corpo dessa luta. A injustiça se mostrará, não tenho duvida. Mas a que preço? E o que acontecerá com os injustos?
Existem épocas de tristeza. E estamos nela. E é uma tristeza pela superficialidade da existência. Estamos em uma época que o alimento daqueles que tem o coração pequeno é o ódio. O coração é pequeno, e quanto menor, mais ódio. Falta esperança e amor.
Mas eu acredito no amor. Acredito que possamos tal qual a flor, que nasce não de uma estrutura tão vistosa como ela própria: a flor nasce de raízes, que a rigor não tem beleza, mas que adubadas por trovoadas, névoas, mal tempo, dão uma bela flor. Mas como dizia que possamos tal qual a flor, utilizar de uma coisa feia, das intempéries da vida, utilizar como adubo para que possa brotar um sentimento bom. Um sentimento de construção de um lugar melhor. Os que têm alma humana querem construir coisas boas; os que têm alma capitalista querem construir coisas boas para eles, só para eles.
Hoje estamos tristes. Mas que possamos não deixar morrer a luta, à vontade e a perseverança de Dona Marisa. Que não seja em vã toda sua existência. Que ela brilhe no céu como brilhou aqui. Que a família encontre paz, amor e conforto.
E que possamos cumprir o nosso papel nessa existência passageira: fazer o bem, ou procurar fazer o bem, ao maior número de pessoas. Penso que exatamente ai, reside à razão da existência e da vontade de viver.
Que Dona Marisa descanse em paz e com nossas orações. 

Marco Russo

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE