PS’s registram 563 mil atendimentos em SB

Os Prontos Socorros Municipais Dr. “Edison Mano”, na área central, e Dr. “Afonso Ramos”, na Zona Leste, registraram 563.208 atendimentos no segundo quadrimestre de 2015. Deste total, foram realizados 438.756 procedimentos de enfermagem, 98.081 consultas médicas, 23.882 exames e 2.489 atendimentos do serviço social, em ambas as unidades. Os dados foram apresentados durante a Audiência Pública do setor, realizada no mês passado na Câmara Municipal.
 Nas consultas médicas, os números do segundo quadrimestre mostram queda de 7,8% em relação ao primeiro quadrimestre, sendo que de maio a agosto foram registrados 98.081 atendimentos contra 106.270 atendimentos entre os meses de janeiro a abril nos locais. Isso mostra o foco da Administração Municipal na Atenção Básica do Município. Houve um acréscimo da procura de atendimentos na Atenção Básica em relação à urgência e emergência, aumentando 21% no segundo quadrimestre de 2015, de 48.098 atendimentos contra 39.665 atendimentos realizados entre os meses de janeiro a abril nas 12 UBSs, segundo o secretário de Saúde de Santa Bárbara d???Oeste, Dreison Iatarola. Segundo ele, as Unidades Básicas de Saúde, antigamente conhecidas como Postos Médicos, são os locais em que a população deve procurar atendimento médico, pois a maioria das doenças devem ser prevenidas, diagnosticas e tratadas nas mesmas. O secretário explicou ainda que apenas nas situações da urgência e emergência, como suspeita de infarto, derrame ou acidentes, por exemplo, os Prontos Socorros devem ser procurados. ???Se este fluxo for respeitado, o paciente poderá formar um vínculo mais forte com a unidade mais próxima da sua casa e terá a sua disposição um acolhimento e acompanhamento mais apropriados do que nos Prontos Socorros, que devem ser utilizados apenas para os casos de urgência e emergência. Este é o motivo de investirmos tanto na Atenção Básica do Município, seja na infraestrutura como nos profissionais. Além disso, estamos sempre orientando a população sobre a importância de ter as UBSs como principal referência para a saúde???, comentou. Investimentos O balanço do segundo quadrimestre aponta ainda que entre janeiro e agosto deste ano foram investidos R$ 74,2 milhões em Saúde, o que corresponde a 29,63% do orçamento próprio do município. No período destacam-se, além dos atendimentos, reformas e ampliações de UBSs e construção das novas unidades, implantação do novo Centro de Especialidades, além da troca de toda frota da Saúde – com 26 novos veículos, sendo 10 ambulâncias, duas delas UTIs móveis totalmente equipadas. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE