Protesto reuniu 7 mil e o couro comeu em Sumaré

Teve correria hoje (25), em Sumaré, durante o ato nacional contra o aumento das passagens organizado na cidade. Cerca de 7 mil pessoas fora às ruas. O movimento teve a participação de vândalos que depredaram a Câmara Municipal. Pedras também foram atiradas em outros momento do movimento e nas proximidades do manifesto.
A força especial da PM foi acionada e dispersou a multidão aglomerada na Praça das Bandeiras com auxílio de bombas de gás lacrimogênio. Comércios que, normalmente permanecem abertos no período noturno na Avenida Rebouças, fecharam as portas mais cedo por conta de ataques (pedras). Três GMs ficaram feridos durante o ataque na CM.
O acesso ao centro da cidade pelo pontilhão da rodoviária ficou impedido pela mobilização de um grupo de, ao menos, 300 pessoas envolvidas no movimento. Vídeos postados no Youtube mostram o momento da movimentação nas proximidades da Rebouças, Prefeitura e Câmara Municipal.


Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE