Promotor fala em reduzir de 3 para 1 assessor por vereador

O promotor de justiça Sérgio Buonamici afirmou que sua intenção é diminuir de três para 1 assessor por vereador na Câmara de Americana. As conversas sobre o assunto começaram a rodar nos corredores do legislativo há pelo menos um mês. Além de três assessores, cada vereador ainda tem direito a um estagiário.
“A ideia de se tomar uma atitude frente a essa questão surgiu da minha frequência aqui, vendo a realidade de um local que é um dos locais mais importantes da cidade. Aproveitei pra analisar pessoalmente uma situação que pode ensejar uma medida judicial, que é o enxugamento do número de assessor de vereador”, disse o promotor.
Buonamici afirmou que a ideia é fazer como a promotoria de Santa Bárbara d’Oeste. A Câmara Municipal da cidade vizinha hoje atua com apenas um assessor por vereador e não possui nenhum cargo comissionado atrelado a presidência – Americana possui aproximadamente 30 cargos como esse.  
“Já solicitei as informações ao presidente da Câmara, que já as enviou e eu vou preparar agora algumas diligências, que inclusive pode envolver oitivas pessoal desses assessores para finalizar uma ação civil pública contra a Câmara Municipal para reduzir o número de assessores. A minha meta é de três para um”, disse o representante do Ministério Público. 
Ainda, o promotor acredita que estão deformando as reais funções dos vereadores e que, grande parte do trabalho que é realizado nos gabinetes, quase sempre pelos assessores, na verdade, é de responsabilidade da prefeitura municipal. 
“Tem muito assessor aqui e a população não está ciente de que tem muito assessor e que está pagando por isso. Aproveito pra convidar as pessoas a virem aqui na Câmara, acompanhar o trabalho do legislativo, é muito importante. Estou falando mais como cidadão que reside há 30 anos aqui e paga os impostos, do que propriamente o promotor. Só que eu tenho o poder, então vou utilizar do poder pra poder ajudar nesse sentido, melhorar o serviço, não engessar, isso é balela”, finalizou Buonamici. 
“Isso reduz os gastos, torna a câmara mais ágil e menos politicagem”, encerrou Buonamici. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE