Projetos ‘leves’ em SB nesta terça-feira

Os vereadores barbarenses devem apreciar cinco projetos de lei, além de 17 moções, durante 14ª Reunião Ordinária de 2017, a ser realizada na terça-feira (18), a partir das 14h, na Câmara Municipal.
Inicialmente, os parlamentares devem votar projeto de autoria do vereador Alex Backer (PRB), que dispõe sobre o Programa de Orientação e de Prevenção de Acidentes Domésticos com Crianças. Antes da apreciação dessa proposta, será votado o parecer contrário da Comissão Permanente de Justiça e Redação à emenda de autoria do próprio Alex. No dia 21 de março, parecer contrário ao projeto em si foi rejeitado em plenário. 
Na sequência, será discutido, de autoria do Poder Executivo, proposta que cria o Programa de Dispensação de Medicamentos em parceria com a rede privada de farmácias e drogarias do Município. Antes da apreciação dessa proposta, serão votadas emendas assinadas pelo presidente, vereadores Kadu Garçom (PR), e pelo vereador Paulo Monaro (SD). 
A pauta de votação segue com a votação do projeto de autoria da Comissão Permanente de Justiça e Redação, que institui no Calendário Oficial de Eventos do Município o ???Novembro Azul???. A comissão é composta pelos vereadores Germina Dottori (PV), presidente; o Joi (SD), relator; e Gustavo Bagnoli (DEM), membro. Antes dessa votação, será apreciada emenda de autoria do vereador Felipe Sanches (PSC). 
A seguir, deve ser apreciado o projeto de autoria do vereador Gustavo Bagnoli, que dispõe sobre a isenção de cobrança de Zona Azul, diariamente, das 11h30 às 12h30, para usuários do estacionamento rotativo da região central do Município. 
E, por fim, os vereadores votam, de autoria do vereador Paulo Monaro, projeto que declara de utilidade pública da Associação Comunitária Anunciação de Santa Barbara d???Oeste ??? ACASBO. 
A elaboração da Ordem do Dia da sessão desta semana contou com a presença do munícipe Ericon Luís Risatto. A cada semana, o presidente Kadu Garçom pretende convidar um representante da população barbarense para acompanhar a assinatura desse documento, em que constam as proposituras a serem apreciadas na próxima reunião camarária. O objetivo, segundo o vereador, é dar maior transparência e trazer a população a participar da rotina da Casa de Leis.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE