Projeto que torna atividades físicas essenciais aprovado na Câmara

Foi aprovado por unanimidade em primeira discussão, com emenda, o projeto de lei nº 23/2021, de autoria do vereador Lucas Leoncine (PSDB), que reconhece a prática da atividade e do exercício físico, ministrados por profissional de Educação Física, como essenciais para a população no âmbito do município.

De acordo com o texto do projeto, as atividades realizadas tanto em estabelecimentos prestadores de serviços como fora deles, desde que em espaços apropriados, passam a ser consideradas essenciais. Assim, poderiam manter-se mesmo em tempos de crises ocasionadas por doenças contagiosas, como é o caso da Covid-19, ou por catástrofes naturais.

O vereador mencionou na justificativa do projeto que o sedentarismo, associado ao estresse do isolamento e das crises, pode levar à depressão e causar outras doenças. “Cabe destacar que práticas como correr, nadar e pedalar aumentam a imunidade especificamente no aparelho respiratório, o principal alvo do coronavírus. Assim, ao reconhecer a essencialidade da prática de atividade física, o município garantirá aos americanenses a prestação do serviço, e, por consequência, a promoção do bem-estar e da qualidade de vida”, afirmou.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE