Projeto ousado com fotos na usina SB

O  projeto Receptáculo descreve o processo de elaboração de uma  fotonovela cuja finalidade é expressar sentimentos e pensamentos recorrentes a pessoas com transtorno de ansiedade, utilizando a arte como meio de expressão. 
A fotografia tem como proposta desmitificar o tabu em torno de transtornos mentais, uma vez que o mesmo mostra de forma explícita pensamentos e sentimentos que podem causar espanto e desconforto, para criar uma linguagem específica e direta.  
O projeto originou-se na disciplina de Poética Fotográfica, com o objetivo de criar um trabalho de fotografia autoral.
  A proposta do seguinte projeto é trazer conhecimento sobre um assunto que afeta parte notável da população, uma vez que na visão geral, transtornos mentais são corriqueiramente tratados como trivialidades, ficando em segundo plano em discussões sobre saúde.

Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontam o Brasil com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo, reforçando a necessidade de discutir a ansiedade na sociedade atual. A partir de estimativas, a OMS também divulgou em 2017 que 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade.
Receptáculo parte da concepção de um refúgio, apresentado em formato de diário, buscando trazer o observador para dentro da cena, como se o mesmo estivesse dentro dos pensamentos corriqueiros a pessoas com transtorno de ansiedade. Utilizamos textos retirados de um diário pessoal, de forma a intensificar a ideia de se colocar no lugar no narrador da história, mostrando alguns dos sentimentos que perturbam a mente do indivíduo.
As fotografias foram realizadas na antiga usina de Santa Bárbara.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE