Projeto ensina economia doméstica a moradores

Dinheiro na mão é vendaval, já diz o ditado popular. Mas um ciclo de palestras sobre economia doméstica ministrado aos moradores do Residencial das Árvores, em Nova Odessa, provou que a máxima pode estar incorreta. Nas últimas três quintas-feiras de julho, (13, 20 e 27), o economista e professor universitário, Fabio Orsi, falou sobre o tema com os moradores. O projeto é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Gestão Social, através da Diretoria de Gestão Social e Cidadania, para levar conhecimento à comunidade e possibilitar mais qualidade de vida.

“Foi uma ação muito bacana e de extrema importância para nós. Toda a comunidade tem interesse neste tipo de conhecimento e a informação é o bem mais precioso que nós temos”, disse a enfermeira Jussara dos Santos, síndica do Condomínio Ipê Amarelo. Ela apontou os exemplos pequenos, e válidos, que fazem a diferença no fim do mês, como uso racional de água e energia. “O conteúdo todo vai fazer a diferença na nossa vida. O condomínio está de portas abertas para ações como esta”, destacou.

No Ipê Roxo, a repercussão também foi ótima e o síndico Samuel Ananias Correa já colocou o aprendizado em prática. “Agora que nós aprendemos a controlar as receitas e despesas, vimos que é possível obter um 14º salário. Vamos fazer isso com o orçamento do condomínio para reverter em benefícios aos nossos moradores”, adiantou. Segundo ele, o erro é resultado da falta de conhecimento. “Muita gente tem que viver com pouca receita e não sabe administrar. A gente erra porque não aprendeu a fazer certo”, comentou. Para ele, o mais importante foi aprender a controlar tudo o que entra e o que sai no orçamento. “Foi fundamental para minha vida pessoal e para a gestão do condomínio”, elogiou Correa.

QUALIDADE DE VIDA. O secretário de Desenvolvimento e Gestão Social, Elvis Ricardo Maurício Garcia, explicou que o objetivo da ação é promover a melhoria na qualidade de vida da população. “A economia doméstica é uma ferramenta estratégica para uso racional dos recursos, compra correta de bens e de alimentos, atitudes que evitam o desperdício e consumo consciente”, afirmou.

A diretora de Gestão Social, Patrícia Cristina Pereira, explicou que, mais do que oferecer um teto, a Prefeitura busca transformar a realidade das pessoas e oferecer instrumentos de desenvolvimento. “Já na próxima semana, começará no Residencial das Árvores aulas de capoeira às crianças. Todas as famílias cadastradas nos programas sociais são devidamente assistidas em cultura, esporte e incentivo ao emprego e renda”, contou.

O Residencial das Árvores é o maior empreendimento de interesse social de Nova Odessa. Composto por três condomínios, o local possui 720 unidades habitacionais que receberam investimento aproximado de R$ 67 milhões. O residencial conta ainda com estrutura de entretenimento e lazer com salão de festas, playground, campo de futebol e áreas de churrasqueira, convívio e caminhada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE