Projeto dos fogos rejeitado pelos vereadores em Americana

O projeto de lei de autoria dos vereadores Gualter Amado e Maria Giovana Fortunato, que proíbe fogos de artifícios com barulhos na cidade de Americana foi rejeitado pelos vereadores durante a sessão desta quinta-feira. A votação ficou empatada e teve que ser decidida pelo presidente Luiz da Rodaben, que votou contra. Essa é a segunda vez que a proposta é rejeitada na casa. 
Os principais argumentos usados pelos opositores ao projeto foram a dificuldade na fiscalização, a existência da lei do silêncio, e a defesa apenas de conscientização sobre o tema. 
O vereador Pedro Peol (PV), o que mais se posicionou firmemente contrário ao projeto, disse que a proposta seria mais eficiente para um grupo seleto, pois a fiscalização seria bem mais fácil em eventos grandes e com data já marcada. 
Já Thiago Martins (PV) também se posicionou contrariamente e disparou durante a discussão “vamos falar para as torcidas de times de futebol que não vão poder mais soltar fogos”, citando alguns times. 
Os autores da proposta falaram em cidadania, empatia e respeito aos mais afetados com a soltura dos fogos de artifícios com estampidos. Rebatendo Peol, M. Giovana ainda disse que o exemplo deve vir dos grandes eventos e encerrou dizendo “será que minha festa é maior do que a dor do próximo?”

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE