Projeto do rojão faz barulho mas não passa

O projeto que proíbe fogos de artifício com ruído em Americana foi rejeitado ‘na raspa’ pelos vereadores nesta quinta-feira. A votação ficou 9 a 9 e foi decidida pelo presidente da casa, Alfredo Ondas (PMDB) que decidiu por derrubar a proposta, votando contrariamente. 
Ondas justificou seu voto alegando inconstitucionalidade do projeto. “Não cabe ao município legislar sobre os produtos que as pessoas possam fazer uso ou possam consumir”, disse o presidente. 
Os vereadores que votaram contra o projeto basicamente se justificaram na mesma linha. O mais ferrenho oponente à proposta, o vereador Luiz da Rodabem (PP), comparou a situação à bebidas alcoólicas. “Eu vou fazer uma lei proibindo o consumo de bebidas alcoólicas porque uma pessoa alcoolizada pode provocar um acidente?”, comparou.   
“Não tenho dúvidas que mais um ano, um ano e meio venha uma lei federal. Nós não vamos parar com essa ideia. Estamos falando de saúde pública. Apesar do projeto não ter sido aprovado por um voto, não tenho dúvida de que isso acendeu uma chama dentro do coração dessas pessoas que acreditam que agora sim tem um representante em Americana e que está lutando pela causa”, disse o vereador autor do projeto, Guilherme Tiosso (PRP).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE